DestaqueGeral

Vereador Ciro acompanha despacho do ministério público e diz que vai procurar um advogado junto com a comunidade para tentar recorrer da decisão que deixou várias famílias sem moradia em Uiraúna.

O vereador Ciro Figueiredo esteve na manhã desta sexta-feira (22), acompanhando a desocupação de 13 residências localizadas no Conjunto Ceahp em Uiraúna.

Um grande aparato policial esteve acompanhando um oficial de justiça e os fiscais do município que fizeram a desocupação das residências, tirando os móveis e as pessoas das casas.

A desocupação aconteceu após a Prefeitura Municipal de Uiraúna ter formulado na Justiça uma ação ordinária em face de beneficiários do programa de habitação popular, requerendo o município a devolução dos imóveis destinados devido a violação das regras descritivas do programa “Minha casa – Minha vida”.

Ciro foi o único vereador a está no local, o mesmo se mostrou triste e revoltado com a situação, no local uma mãe de 3 filhos estava com os seus olhos cheios de lágrimas, ela estava morando em uma residência que não pertencia a ela mais estava doada pelo verdadeiro dono para a mesma residir sem pagar aluguel.

O parlamentar falou com os moradores e disse que vai procurar um advogado junto com a comunidade para tentar recorrer da decisão e resolver o problema, ele disse que espera, já que existe dono sem morar na própria casa que ganhou que elas sejam doadas a quem estava residindo nelas, pois essas pessoas realmente necessitam, pois não tem onde morar.

A prefeitura disponibilizou um local para que as pessoas guardem os seus móveis, mais não disponibilizou um local para aquelas famílias ficarem com os seus filhos.

O principal ponto da desocupação foi a questão que algumas pessoas que ganharam as residências não estavam morando nelas e teriam feito a doação das mesma para outra pessoas residir, mais não queriam perder o patrimônio, na ação os moradores tem 15 dias para recorrer da decisão e mostrar as suas versões.

Da Redação do Uiraúna em Foco.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios