Rio Grande do Norte

PERITO ENCONTRA R$ 11 MIL EM BOLSOS DE IDOSO QUE MORREU ATROPELADO EM MOSSORÓ

Um perito do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte realizava os procedimentos pré-necropsia, quando encontrou cerca de R$ 11 mil no bolso de um idoso, que morreu após ser atropelado na BR-304, em Mossoró, na região Oeste potiguar.

De acordo com o Itep, o dinheiro foi encontrado durante o exame de necropsia. Após encontrar o valor no bolso do homem, o servidor o entregou à Polícia Civil, para devolução à família.

Acidente

O idoso identificado como José Castro Morais, de 80 anos, morreu atropelado quando tentava atravessar a BR-304, nas proximidades do Terminal Rodoviário. De acordo com a polícia, a vítima foi atropelada por dois carros.

O primeiro veículo, segundo a polícia, colidiu com o idoso e o jogou na pista de rolamento, onde José Castro foi novamente atingido por outro carro. A vítima não resistiu aso ferimentos e os motoristas que atropelaram o idoso fugiram.

O local do acidente foi isolado até a chegada do Itep, que removeu o corpo para a sede do órgão.

Foto: Divulgação/ITEP

F: Mossoró Noticias

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios