Rio Grande do Norte

Operação conjunta do MPRN e PM combate facção criminosa que age dentro e fora de presídios potiguares

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e a Polícia Militar deflagraram nesta quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019, a operação “Cancão”, com o objetivo de combater uma facção criminosa que vem atuando dentro e fora de unidades prisionais potiguares.

De acordo com o MPRN, ao todo, estão sendo cumpridos mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão em 15 municípios do estado. O nome da operação é referência a uma ave típica do semi-árido nordestino.

A ação é fruto de uma investigação iniciada em 2017 para apurar a atuação da organização criminosa principalmente em cidades da região Seridó. As investigações apontam que a principal atuação do grupo é a aquisição, transporte, armazenamento e distribuição de drogas ilícitas na região. Além disso, a facção também é responsável por homicídios, roubos, furtos e lavagem de dinheiro.

O Ministério Público não divulgou os nomes das cidades onde a operação está sendo realizada, bem como não identificou a facção criminosa alvo dessa ação. Em Mossoró existem duas unidades prisionais estaduais, a Penitenciária Mário Negócio e a Cadeia Pública, ambas localizadas na zona rural do município, mas não há informações se elas estão também como alvo da operação.

Fonte: Fim de Linha
Assessoria MPRN

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios