Brasil & Mundo

Mulher processa ex-namorado após alegar que pênis grande alargou sua região íntima

Agora, mulher exige que ex-namorado cubra os gastos de sua cirurgia; veja

Durante um relacionamento, o casal precisa estar em sintonia ao ter relações sexuais. No caso dos homens, por exemplo, uma dúvida muito comum é em relação ao tamanho do pênis – e se ele de fato é capaz de agradar sua parceira. Apesar disso, uma história curiosa chamou a atenção após uma mulher processar seu ex-namorado por conta de seu órgão sexual.

De acordo com o “Mirror”, uma jovem de 29 anos, está processando seu ex-namorado após alegar que o pênis avantajado dele, de 37 anos, alargou sua vagina. Ao “Zimbábue Mail”, ela disse que suas partes íntimas eram “apertadas” antes de conhecê-lo e começarem a namorar .

Através de seus advogados, ela processa o rapaz e pede que ele seja obrigado a arcar com os gastos de sua cirurgia de reconstrução da vagina , estimada em mais de R$ 30 mil. Atualmente, não está claro o quão grande a mulher alega que o pênis de seu ex é.

Fontehttps://delas.ig.com.br/amoresexo/2018-11-12/ex-namorado-penis-grande.html

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios