Destaque

Idoso morre com suspeita de H1N1 na UTI do Hospital Regional de Sousa

Segundo informações dos profissionais de saúde, o paciente apresentava tosse, fraqueza e falta de ar intensa.

Morreu na tarde desta terça-feira (11) um idoso de 60 anos que estava internado em estado grave na UTI do Hospital Regional de Sousa (HRS), no Sertão do estado, com suspeita de H1N1.

O paciente deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no domingo (09) onde recebeu atendimento médico. Ele apresentava tosse, fraqueza e falta de ar intensa. Após realização de exames de imagem através do Raio X, ficou constatado que os pulmões estavam muito comprometidos, além de outros sintomas que levaram os médicos a investigarem um possível caso de H1N1.

A reportagem do Diário do Sertão entrou em contato com a direção da UPA, e segundo Alex Alves, ainda no domingo (09), o paciente foi transferido da UPA para o HRS e permanece internado.

A direção do Hospital Regional de Sousa divulgou nota sobre o caso. O caso deverá ser investigado pela Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba.

Fonte: Diário do Sertão
Campelo – Diário do Sertão em Sousa

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios