Destaque

Adolescente de 16 anos é morta com 13 tiros por ex-namorado

Menor assumiu autoria do crime e se entregou à polícia.

O menor suspeito de matar a ex-namorada Rayane Barroso de Castro, de 16 anos, em Guadalupe, na zona norte do Rio de Janeiro, confessou a autoria do crime e se entregou à polícia. Segundo as investigações, ele teria envolvimento com o tráfico de drogas da região.

Rayane foi morta com 13 tiros pelo jovem, um adolescente da mesma idade, na manhã do último sábado (10). Em uma moto, o rapaz levou a menina da casa onde ela morava até um local afastado e a executou.

Ex-companheiro é preso suspeito de matar jovem com faca de churrasco

Desde o fim do relacionamento, Rayane estava sofrendo ameaças de morte. A família não tinha conhecimento das mensagens até a polícia encontrar o conteúdo no celular da jovem.

Em uma das últimas conversas entre os dois, o menor escreveu:

“Se você ficar de graça, vai acabar acontecendo uma desgraça entre a gente”.

“Eu não tenho mais nada para conversar com você, vai viver a sua vida”, respondeu Rayane.

“Eu vou viver a minha vida, mas você não vai poder viver a sua. Se a gente não ficar junto, eu vou te matar”, ameaçou o ex-namorado da jovem.

Diante das mensagens, a família defende que o crime foi premeditado. “O que ele fez foi covardia. Minha filha trabalhava e estudava, era uma garota sorridente e alegre, e ele destruiu a vida dela, a minha vida e a vida da mãe dela”, desabafou pai da vítima, Marcos Paulo, em entrevista à RecordTV.

O velório de Rayane está previsto para a tarde desta sexta-feira (16), no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na zona oeste do Rio.

Fontehttps://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/adolescente-de-16-anos-e-morta-com-13-tiros-por-ex-namorado-no-rio-16112018

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios