Conecte-se conosco

Rio Grande do Norte

RN registra 52.566 casos confirmados de Covid-19 e 1.926 mortes pela doença

Novo boletim da Secretaria Estadual de Saúde Pública aponta que outros 208 óbitos estão sob investigação.

Publicado

em

RN registra 52.566 casos confirmados de Covid-19 — Foto: Reprodução/Aen/Divulgação
header ads

O Rio Grande do Norte chegou nesta terça-feira (4) a 52.566 casos confirmados de Covid-19 e registrou 1.926 mortes pela doença. São 32 óbitos a mais em relação ao boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública do dia anterior.

Há ainda 63.235 casos suspeitos e outros 82.615 descartados. O número de pacientes recuperados segue em 27.923. Outros 208 óbitos estão sob investigação.

Até segunda-feira (3), eram 52.030 casos confirmados e 1.894 vítimas da Covid-19 no estado.

O novo boletim da Sesap aponta que o RN tem 397 pessoas internados por causa da Covid-19, sendo 264 na rede pública e 133 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 62,3% na rede pública e de 37% na rede privada.

A Sesap também divulgou que 145.440 testes de coronavírus foram realizados no estado desde o início da pandemia, sendo 65.563 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 79.877 sorológicos.

Números do coronavírus no RN

  • 52.566 casos confirmados
  • 1.926 mortes
  • 27.923 confirmados recuperados
  • 63.235 casos suspeitos
  • 82.615 casos descartados

Fonte: G1 RN — Natal 04/08/2020 18h31

--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Rio Grande do Norte

Assembleia Legislativa aprova reforma da previdência do RN em primeira votação

Projeto de emenda à constituição foi aprovado por maioria de votos e passará segundo turno de votação na terça (30). Seis emendas foram aprovadas pelos deputados.

Publicado

em

Deputados votam reforma da previdência na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi
header ads

Deputados estaduais aprovaram, em primeira votação, a reforma da previdência do Rio Grande do Norte, nesta quinta-feira (24). Como um projeto de emenda à constituição, o texto precisa ser aprovado por maioria de 15 votos, do total de 24 parlamentares, em duas votações.

A segunda análise está prevista para a próxima quarta (29) – um dia antes do fim do prazo estipulado pelo governo federal para os estados aprovarem suas reformas.

Ao todo, 23 deputados participaram da sessão que aconteceu em formato híbrido – sendo 18 presentes no plenário e outros cinco de forma virtual. Apenas o deputado Nélter Queiroz (MDB) não participou da sessão. Segundo a Assembleia, o parlamentar está em licença médica. Veja como cada deputado voltou no final desta matéria.

Durante a manhã, servidores públicos fizeram protestos em frente à Assembleia Legislativa e criticaram o projeto, principalmente por conter a contribuição previdenciária de aposentados, que eram isentos. Um grupo de servidores também acompanhou a votação nas galerias do plenário.

Após acordo firmado pelo governo do estado com os deputados de oposição, a votação aconteceu de forma consensual. Seis emendas que alteram o projeto inicial apresentado pelo governo foram aprovadas. Ao todo, foram votadas oito emendas, sendo quatro que tinham sido aprovadas pela comissão especial da reforma e outras quatro que foram encartadas nesta quarta-feira (23) após o acordo. Duas das novas, porém, substituíam duas da comissão especial.

Emendas

Com as novas emendas, os servidores ativos que ganham até R$ 3,5 mil continuarão contribuindo com 11% do salário para a previdência – que é a contribuição. Os aposentados que ganham até esse valor também serão isentos de contribuição. Já os servidores que ganham acima de R$ 25 mil terão a contribuição de 18% – quando a proposta inicial era de 16%.

Outras emendas garantem manutenção do abono de permanência aos professores da rede estadual e a redução da idade mínima para aposentadoria dos educadores. As professoras, que teriam idade mínima de 55 anos, passaram para 53. Os professores homens, tiveram redução de idade mínima de 60 para 58.

Recuperação

De acordo com o líder do governo na Casa, no George Soares (PL), com a aprovação da reforma estadual, o governo prevê recuperação de R$ 20 milhões, quando o déficit mensal da previdência do estado atualmente é de R$ 140 milhões.

Primeiro os deputados votaram o texto original, com 18 votos “sim”, dois “não” e uma abstenção.

Como cada deputado votou na primeira votação

  • Albert Dickson (Pros) – sim
  • Allyson Bezerra (SD) – não
  • Coronel Azevedoo (PSC) – sim
  • Cristiane Dantas (SD) – abstenção
  • Dr. Bernardo (Avante) – sim
  • Eudiane Macedo (Republicanos) – sim
  • Ezequiel Ferreira (PSDB) – sim
  • Francisco do PT (PT) – sim
  • Galeno Torquato (PSD) – estava presente, mas não votou
  • George Soares (PL) – sim
  • Getúlio Rêgo (DEM) – sim
  • Gustavo Carvalho (PSDB) – sim
  • Hermano Morais (PSB) – sim
  • Isolda Dantas (PT) – sim
  • José Dias (PSDB)- sim
  • Kelps Lima (SD) – sim
  • Kleber Rodrigues (PL) – sim
  • Nélter Queiroz (MDB) – ausente
  • Raimundo Fernandes (PSDB) – sim
  • Sandro Pimentel (Psol) – não
  • Souza Neto (PSB) – sim
  • Tomba Farias (PSDB) – sim
  • Ubaldo Fernandes (PL) – sim
  • Vivaldo Costa (PSD) – sim

Já as emendas foram votadas em bloco, com 21 votos favoráveis e duas abstenções dos deputados Allyson Bezerra (SD) e de Sandro Pimentel (Psol).

O prazo inicial para estados e municípios fazerem suas reformas era 31 de julho e foi adiado para o dia 30 de setembro. De acordo com a portaria federal, estados e municípios que não tiverem realizado suas reformas até a data ficarão sem o Certificado de Regularidade Previdenciária e, dessa forma, impedidos de receber recursos voluntários da União.

Fonte: G1 RN
Por Igor Jácome e Julianne Barrêto, G1 RN e Inter TV Cabugi 24/09/2020 11h58

Continue lendo

Rio Grande do Norte

Bombeiros registram 2.173 ocorrências com abelhas no RN em 2020

Mais de 90% dos casos aconteceram na Grande Natal e Mossoró. Número de ataques pode aumentar até fevereiro, período de reprodução do inseto.

Publicado

em

Casos envolvendo abelhas passaram dos 2 mil até agosto — Foto: Reprodução/CBMRN/Assecom
header ads

O Corpo de Bombeiros atendeu 2.173 ocorrências envolvendo enxames de abelhas em todo o Rio Grande do Norte até o mês de agosto deste ano. Os dados são da Diretoria de Engenharia e Operações (DEO) da corporação.

Duas regiões acumulam 92% das ocorrências: Natal e Região Metropolitana, com 1.501 casos, e Mossoró e região, com 513. As demais chamadas foram para atender casos em Caicó e Região (96) e Pau dos Ferros e Região (63).

Segundo a corporação, há uma tendência de aumento no número de casos daqui pra frente, já que o período entre agosto e fevereiro é o de reprodução das abelhas, o que faz crescer o perigo de ataques, em função da incidência de incêndios florestais e da defesa em relação a presença externa de homens e animais.

“Além dos incêndios florestais que ocorrem nesse período do ano, o Corpo de Bombeiros também tem uma preocupação em relação as ocorrências envolvendo abelhas. Esses casos aumentam consideravelmente entre os meses de agosto e fevereiro, pois há uma maior produção desses insetos, consequentemente aumentando os enxames”, explicou o Comandante do Serviço Operacional do CBMRN, Major Christiano Couceiro.

O que é acontece é que as queimas registradas nessa época do ano fazem com que as abelhas saiam do seu habitat natural e busquem abrigo em áreas urbanas. Esse tipo de ocorrência foi inserida na Operação Abrace o Meio Ambiente (AMA) do Corpo de Bombeiros.

Como medida de precaução, a corporação alerta para que a população não tente exterminar enxames ou se aproxime de colmeias, já que as abelhas agem por defesa. Isso pode ajudar a evitar acidentes com o inseto. “Todos os dias os nossos bombeiros intensificam ações contra os ataques de abelhas dentro de residências, escolas, hospitais e em estabelecimentos comerciais. No entanto, pedimos mais uma vez que a população não tente agir por conta própria e muito menos exterminar os enxames”, falou Couceiro.

“O ideal é ligar no 193 e uma equipe especializada irá ao local realizar a captura e depois os animais serão devolvidos à natureza”.

Ocorrências por região

  • Natal e Região: 1.501
  • Mossoró e Região: 513
  • Caicó e Região: 96
  • Pau dos Ferros e Região: 63

Fonte: G1 RN 23/09/2020 16h28

Continue lendo

Rio Grande do Norte

Primavera terá temperatura de até 31°C no RN, diz Emparn

De acordo com análises da Unidade Instrumental de Meteorologia, fenômeno La Niña pode provocar pancadas de chuvas nas madrugadas na faixa litorânea Leste.

Publicado

em

Temperaturas não serão muito elevadas no início da estação, de acordo com a Emparn — Foto: Reprodução/Inter TV Costa Branca
header ads

A primavera tem início às 10h31 desta terça-feira (22), no hemisfério Sul do planeta. Segundo a Unidade Instrumental de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), a temperatura deve variar entre 29°C a 31°C a partir do mês de outubro. As análises apontam a ocorrência de resfriamento das águas superficiais do Oceano Pacífico Tropical, indicando a presença do fenômeno La Niña.

“A estação da primavera neste ano terá a circulação dos ventos mais intensificada, o que poderá manter as temperaturas com valores um pouco abaixo do normal e com mais possibilidades de ocorrência de pancadas de chuvas durante as madrugadas na faixa litorânea Leste do RN devido à influência do sistema de brisa”, explicou o meteorologista Gilmar Bristot.

As temperaturas não serão muito elevadas no início da estação, já que condições climáticas não apresentarão mudanças significativas no RN. Gilmar Bristot lembra que “a variável que define o clima, a chuva, praticamente estará ausente, uma vez que esta época do ano é o período de estiagem” no estado.

A Emparn destaca ainda que, como é característico da estação, os dias ficarão mais longos do que as noites, as temperaturas vão aumentar e o vento na costa Leste do Nordeste tende a diminuir com o enfraquecimento do centro de Alta Pressão do Atlântico Sul.

Fonte: G1 RN 22/09/2020 07h00

Continue lendo

Destaques