Conecte-se conosco

Paraíba

Dupla é presa suspeita de furto de baterias em torres de telefonia e internet na PB, PE e AL

Suspeitos fazem parte de uma quadrilha interestadual especializada no furto dos produtos, com atuação nos estados da Paraíba, Pernambuco e Alagoas, diz PRF.

Publicado

em

Dupla é presa suspeita de furto interestadual de baterias de torres de telefonia e internet na PB, PE e AL — Foto: Reprodução/PRF-PB/Divulgação
header ads

Dois homens de 35 e 41 anos foram presos, na tarde desta sexta-feira (31), com oito baterias furtadas em torres de telefonia e internet, em Alhandra, no Litoral Sul do estado. Segundo informações Polícia Rodoviária Federal (PRF), a dupla integra quadrilha interestadual especializada no furto de baterias de telefonia celular e internet com atuação nos estados da Paraíba, Pernambuco e Alagoas.

A ação aconteceu na altura do quilômetro 107, da BR-101, quando os suspeitos foram abordados pela PRF. O material foi encontrado no porta-malas do veículo em que a dupla estava. Sem as baterias, o sistema de comunicação entra em pane e a localidade atingida fica sem transmissão de telefonia celular e internet.

Além das baterias, foram encontrados um conjunto de chaves, dois alicates, um pé de cabra e outras ferramentas utilizadas para o furto dos produtos. Os materiais eram usados para arrombamento dos depósitos nas torres de transmissão e também nas lojas de telefonia celular.

Os suspeitos informaram aos policiais que furtaram as baterias em João Pessoa, no bairro Bancários. A dupla foi detida e encaminhada a uma delegacia de Polícia Civil, onde foi autuada pelo crime de furto qualificado.

A prisão aconteceu por meio de uma ação integrada entre a PRF e Polícia Militar da Paraíba (PMPB).

Fonte: G1 PB 31/07/2020 19h46

--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Paraíba

João Pessoa responde por 32% do PIB da PB, tem 17 mil empresas e índice de emprego em 61%

Números são de diferentes pesquisas realizadas entre 2017 e 2019 e divulgadas nesta terça-feira (4) pelo IBGE em homenagem ao aniversário da capital paraibana.

Publicado

em

Setor da construção foi o que mais cresceu em João Pessoa, mas o de serviço público e comércio é o que mais emprega — Foto: Krys Carneiro/G1
header ads

João Pessoa responde por aproximadamente 32% do Produto Interno Bruto (PIB) da Paraíba e se consolida como a cidade que mais colabora com os números estaduais. Além disso, a capital paraibana tem 17,7 mil empresas e 61,6% da população acima de 14 anos com algum tipo de trabalho remunerado. Os diferentes números foram coletados de pesquisas realizadas entre 2017 e 2019, mas só compilados e divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (4), como forma de homenagear a cidade pelo seu aniversário de 435 anos, que acontece nesta quarta-feira (5).

Com relação aos empregos, os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua de 2019. Do total da população dentro do mercado de trabalho, 68,8% atuavam como empregados, 24,1% trabalhavam por conta própria, 5,6% eram empregadores e 1,5% formavam a categoria de trabalhador familiar auxiliar. Em sentido contrário, a taxa de desocupação girava em 12,1%.

O setor que mais emprega é o de servidores públicos, que respondem por 82,6 mil vagas de empregos. Outras 45,1 mil vagas são do setor de comércio e de reparação de veículos, 30,9 mil são de saúde humana e serviços sociais e 27,9 mil são de atividades administrativas e serviços complementares.

No que diz respeito ao PIB, a cidade tinha em 2017 o 43º maior entre todos os mais de cinco mil municípios brasileiros, tendo melhorado onze posições num intervalo de dez anos. Neste montante, o setor de comércio e de prestação de serviços era o que mais colaborava com o desempenho local, respondendo por 59,7% do total.

Já o PIB per capita, que é a divisão do valor total com o da população da cidade, o de João Pessoa estava fixado em R$ 24,3 mil.

O IBGE tratou também das empresas pessoenses, segundo dados do Cadastro Central de Empresas. Em 2017, a cidade tinha aumentado 24,4% o montante existente dez anos antes. Das 17,7 mil empresas e outras organizações formais da cidade, aliás, 31,8% eram provenientes de atividades econômicas de comércio ou reparação de veículos automotores e motocicletas. Enquanto que o ramo de atividades administrativas e serviços complementares ocupava a segunda colocação, com 16,7%.

Apesar disso, o setor que mais cresceu na série história de dez anos foi o da construção civil, que pulou de 5% para 10,3%.

Fonte: G1 PB 04/08/2020 17h29

Continue lendo

Paraíba

Carteiras de identidade solicitadas antes da pandemia começam a ser entregues em 11 cidades da PB

Entregas acontecerão, a partir da segunda-feira (3), nas cidades de João Pessoa, Cabedelo, Campina Grande, Cajazeiras, Cuité, Guarabira, Itaporanga, Patos, Pombal, Santa Rita e Sousa.

Publicado

em

Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, na Paraíba — Foto: TV Cabo Branco/Reprodução
header ads

A partir desta segunda-feira (3) as carteiras de identidades, solicitadas em Casas da Cidadania antes do fechamento dos órgãos devido à pandemia, serão entregues em 11 municípios do estado. A entrega dos documentos faz parte de uma ação desenvolvida pela Secretaria de Desenvolvimento Humano (Sedh), em parceria com o Instituto de Polícia Científica (IPC).

As carteiras de identidade serão entregues nas cidades de João Pessoa, Cabedelo, Campina Grande, Cajazeiras, Cuité, Guarabira, Itaporanga, Patos, Pombal, Santa Rita e Sousa.

Em todo estado são cerca de 11 mil documentos que foram emitidos e não retirados até o dia 17 de março. Destes, 6 mil em João Pessoa, 2 mil em Campina Grande, e os outros 3 mil nos demais municípios.

Em todas as cidades serão seguidas as recomendações dos órgãos em saúde como o distanciamento social, disponibilização de álcool em gel e uso de máscaras por servidores e usuários.

Em João Pessoa, não haverá atendimento no dia 5 de agosto por causa do feriado municipal, mas as atividades serão estendidas até o dia 7.

Confira o local, dias e horários de atendimentos em todos os 11 municípios do estado:

Confira o local, dias e horários de atendimentos em todos os 11 municípios do estado:

Cronograma de entrega dos documentos

Cidade Dias Locais Horários
João Pessoa 3,4,6 e 7 de agosto Espaço Cultural 8h às 12h
Campina Grande 3 a 6 de agosto Ginásio da Escola Estadual da Prata 8h às 12h
Patos 3 a 6 de agosto Prédio do Rodoshopping 8h às 12h
Guarabira 3 a 6 de agosto Shopping Cidade Luz 12h às 16h
Pombal 3 a 6 de agosto Escola Mossenhor Vicente Freitas (Polivalente) 8h às 12h
Santa Rita 3 a 6 de agosto Em frente à Casa da Cidadania 8h às 12h
Cabedelo 3 a 6 de agosto Quadra Campina da Vila 8h às 12h
Cajazeiras 3 a 6 de agosto Shopping Cajazeiras 8h às 12h
Sousa 3 a 6 de agosto Secretaria de Educação do Município 8h às 12h
Cuité 3 a 6 de agosto Secretaria de Assistência Social 8h às 12h
Itaporanga 3 a 6 de agosto Galpão da Loja Maçônica (ao lado da Casa da Cidadania) 8h às 12h

Fonte: G1 PB 03/08/2020 06h28

Continue lendo

Paraíba

Energia elétrica pode voltar a ser cortada a partir desta segunda-feira.

Publicado

em

header ads

Após um período de mais de quatro meses de proibição, em decorrência do isolamento social imposto a sociedade pela decretação pela Organização Mundial de Saúde(OMS) de estado de pandemia, do novo coronavírus(Covid-19), a energia elétrica dos consumidores inadimplentes pode voltar a ser cortada a partir desta segunda-feira(03Agosto2020).O trabalho de corte de fornecimento estavam proibidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica(Aneel) desde o dia 24 de março de 2020.

O prazo final para a isenção ocorreu no último sábado(1ºAgosto2020), estando desde então cortes de fornecimento autorizados a acontecer a partir desta segunda-feira(03Agosto2020), em virtude de que o desligamento de serviços públicos, preconizados por Lei Estadual, não podem acontecer nas sextas-feiras, sábados, domingos e feriados.A decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica(Aneel) também autoriza que as distribuidoras voltem a cobrar uma taxa de religação, após a quitação do consumidor das contas em atraso.

Fonte: obeabadosertao.com.br

Continue lendo

Destaques