Conecte-se conosco

Esportes

Luto na televisão brasileira: morre Rodrigo Rodrigues

Apaixonado por esporte e música, apresentador fez amigos por onde passou e conquistou uma legião de admiradores com bom humor e competência

Publicado

em

Rodrigo Rodrigues chegou à Globo em janeiro de 2019 — Foto: Reprodução/arquivo pessoal
header ads

A televisão brasileira está de luto. Aos 45 anos, morreu nesta terça-feira o apresentador Rodrigo Rodrigues, vítima de trombose venosa cerebral decorrente da Covid-19. O jornalista estava internado por complicações do novo coronavírus desde o último sábado na unidade de terapia intensiva do Hospital da Unimed, no Rio de Janeiro.

Com o bom humor característico e a competência indiscutível, Rodrigo Rodrigues deixou sua marca por onde passou. Desde janeiro de 2019 na Globo, o apresentador conquistou a confiança de todos, e diversos colegas logo se tornaram amigos também fora do ambiente de trabalho.

A morte de Rodrigo abre uma ferida que vai muito além do profissional insubstituível. Dentro e fora da Globo, dezenas de pessoas sentem a perda de um amigo. E a família chora a partida de um parente que conquistou uma legião de admiradores.

Rodrigo Rodrigues apresentou o Troca de Passes pela última vez no dia 9 de julho, quando relatou que um amigo com quem tivera contato recente testou positivo. No dia 13, o apresentador fez o exame, que também diagnosticou a Covid-19. Desde então, cumpriu o isolamento em casa, com acompanhamento da equipe médica da Globo.

Inicialmente, apresentou sintomas leves, como falta de paladar e olfato, mas disse que se sentia bem. No entanto, a situação mudou no último sábado, quando deu entrada no hospital com vômitos, desorientação e dor de cabeça.

De acordo com o boletim médico do hospital, foi diagnosticada uma trombose venosa cerebral, e o apresentador passou por uma cirurgia na noite de domingo para aliviar a pressão intracraniana. Nesta terça, porém, ele não resistiu e teve morte encefálica confirmada.

Rodrigo Rodrigues foi um dos grandes nomes da televisão brasileira nas últimas décadas. Iniciou a carreira em 1995, na Rede Vida, embora só fosse ingressar na faculdade de Jornalismo dois anos mais tarde. Em 2001, aceitou um convite da TV Cultura para integrar a equipe do programa “Vitrine”, apresentado por Marcelo Tas. Rodrigo ficou por lá até meados de 2003 e, na sequência, teve passagem curta como repórter no SBT.

Já em 2005, mudou-se para a TV Bandeirantes e, em seguida, retornou para a TV Cultura, desta vez para ancorar o “Cultura-Meio Dia” ao lado de Maria Júlia Coutinho. Ele permaneceu na função até 2010.

Em janeiro de 2011, Rodrigo ingressou na área de onde não sairia mais: o esporte. Assumiu a função de apresentador do “Bate-Bola”, da ESPN Brasil. Ganhou espaço e admiração graças à forma leve e descontraída de transmitir informação aos telespectadores. Entre idas e vindas, passou também pela TV Gazeta, pelo Esporte Interativo e pela Rádio Globo antes de ser contratado pela Globo no início de 2019.

Com carreira consolidada, Rodrigo Rodrigues chegou à equipe de esporte da Globo como reforço de peso. Começou com aparições em diferentes programas do SporTV e apresentou em algumas oportunidades o Globo Esporte de São Paulo. Em agosto, como mais um reconhecimento de sua competência, tornou-se âncora fixo do Troca de Passes.

Dentro e fora da televisão, Rodrigo Rodrigues tinha outra paixão que carregava desde a infância: a música. Em participação no “Domingão do Faustão” em março de 2020, ele contou que o interesse pelas artes começou cedo, com o desenho. Na sequência, veio o violão.

Em 2008, Rodrigo montou a banda “The Soundtrackers”, especializada em tocar trilhas de grandes sucessos do cinema. Guitarrista do grupo, ele dividia seu tempo entre o jornalismo e a música. Também encontrava espaço na agenda para escrever livros relacionados ao ambiente musical, como “As Aventuras da Blitz” e “Almanaque da Música Pop no Cinema”.

Rodrigo Rodrigues com os comentaristas Sergio Xavier e Petkovic — Foto: Reprodução/Divulgação

Na tela ou no palco, Rodrigo Rodrigues desempenhou suas funções com o brilhantismo de um dos gigantes da comunicação brasileira no século 21.

Fonte: GE
Por Redação do ge — Rio de Janeiro 28/07/2020 12h29

--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Esportes

Decisão do Baiano é antecipada e adia estreia do Bahia no Brasileirão

Com volta da final no sábado, partida contra Botafogo será remarcada

Publicado

em

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia/Direitos Reservados
header ads

O campeão baiano de 2020 será conhecido neste fim de semana, e não mais no dia 26 de agosto. A Federação Baiana de Futebol (FBF) anunciou a mudança do segundo jogo da final do Estadual, entre Bahia e Atlético de Alagoinhas, para sábado (8), às 16h30, no estádio de Pituaçu.

“A mudança foi uma solicitação da emissora detentora dos direitos de transmissão da competição [TV Globo] para ajuste na sua grade de programação. A antecipação teve anuência dos clubes filiados”, informou a entidade em nota divulgada nesta terça-feira (4). O jogo de ida está mantido para quarta-feira (5), às 21h30 (de Brasília), também no Pituaçu.

A estreia do Bahia no Campeonato Brasileiro, que seria domingo (9), às 11h (de Brasília), contra o Botafogo, no estádio Nílton Santos, teve de ser adiada. Na segunda-feira (3), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou que reagendaria as partidas de times envolvidos em decisões estaduais que caíssem no mesmo dia de jogos pelas Séries A, B, C e D.

A CBF confirmou o adiamento. “A nova data será oportunamente divulgada pela Diretoria de Competições”, informou a entidade, em nota. Além de Bahia x Botafogo, os jogos entre Palmeiras x Vasco e Corinthians x Atlético-GO também foram postergados, já que Timão e Verdão decidem o título do Campeonato Paulista no sábado (8).

Fonte: Agência Brasil
Publicado em 04/08/2020 – 18:03 Por Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional – São Paulo
Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Esportes

Jorge Jesus chega ao Benfica pedindo união

Treinador promete trabalho e recorda, com emoção, do Flamengo

Publicado

em

Foto: Isabel Cutileiro e Tânia Paulo/SL Benfica/Direitos Reservados
header ads

A segunda (3) foi de apresentações. Enquanto o Flamengo apresentava o espanhol Domènec Torrent como novo treinador, do outro lado do Atlântico, em Lisboa, o Benfica fazia o mesmo com Jorge Jesus. No primeiro discurso como comandante dos Encarnados, o Mister rogou por união, falou com carinho do antigo clube e esquivou-se do papel de salvador da pátria.

“Vim para o Benfica porque acredito em um projeto, porque acredito que essa nação tem todas as condições de fazer o Benfica grande, recuperar o prestígio internacional que teve durante muitos anos”, explicou o português de 66 anos, enfatizando que assinou contrato por dois anos, negando que tenha voltado à terra natal para se aposentar ou ganhar mais dinheiro.

“Para sair de onde saí, onde me amavam, me adoravam, tinha que ser convencido por algo que me trouxesse um desafio diferente. E foi isso, o presidente [do Benfica] foi ao Brasil para me convencer que esse era o projeto certo, ambicioso, para eu continuar em Portugal”, declarou Jesus sobre a participação do dirigente Luis Felipe Vieira em fazê-lo deixar o Flamengo, sem deixar de agradecer o amor e a amizade que a torcida rubro-negra dedicou a ele.

O Mister já comandou os Águias em dois períodos anteriores: entre 2009 e 2010, e entre 2014 e 2015. Neste período conquistou 10 títulos. Porém, mesmo com retrospecto tão positivo, parte da torcida não simpatiza com Jesus, que é um torcedor declarado do rival Sporting. “O que prometo é que vou trabalhar para dar alegrias aos torcedores. E é nisso que acredito, o que posso dizer é que tenho que convencer os torcedores do Benfica. Quando cheguei do outro lado do Atlântico ninguém acreditava em mim. E não eram sete milhões, eram 50 milhões. E quando saí de lá, choraram por mim”.

Fonte: Agência Brasil
Publicado em 03/08/2020 – 17:59 Por Rodrigo Ricardo – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro
Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Esportes

PSG vence Lyon nos pênaltis e conquista Copa da Liga Francesa

Neymar tem boa atuação, mas equipe sente falta de Mbappé

Publicado

em

Foto: Christian Hartmann/Reuters/Direitos reservados
header ads

Não teve gol de Neymar, mas o Paris Saint Germain segue a rotina de títulos. Com uma vitória sobre o Lyon, nos pênaltis, por 6 a 5, após empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, o PSG levou, nesta sexta (31), a Copa da Liga Francesa. A equipe já havia conquistado o Campeonato Francês, a Copa da França e a Supercopa da França nesta temporada.

O jogo no Stade de France foi bastante equilibrado. Desde o início, Neymar sentiu a falta do companheiro de ataque Mbappé, que está lesionado. Sempre à procura do francês, o brasileiro, isolado, teve dificuldades para produzir. Mesmo assim, era quem mais ameaçava o gol adversário. As melhores chances do PSG foram em chutes de fora da área, que pararam na boa atuação do goleiro Anthony Lopes. O Lyon foi organizado durante todo o confronto, preferiu ficar mais na defesa e sair em contra-ataques. A estratégia funcionou melhor na segunda etapa, mas não foi o suficiente para abrir o placar.

O calor de quase 30ºC de Paris fez diferença na prorrogação. As equipes jogaram os 30 minutos visivelmente cansadas, o que permitiu espaços e uma partida com mais possibilidades. No último minuto, Rafael fez falta por trás em Di Maria e acabou recebendo cartão vermelho. Neymar foi para cobrança, mas jogou por cima do gol. Os times não tiraram o zero do placar e a decisão foi para os pênaltis.

Nos cinco primeiros pênaltis, todos os jogadores converteram com categoria. Dentre eles os brasileiros Thiago Mendes, para o Lyon, e Neymar, para o PSG. Na sexta cobrança Traoré bateu e Keylor Navas defendeu. Sarabia foi para a sexta tentativa do time de Paris, chutou e garantiu o título da Copa da Liga Francesa para o Paris Saint Germain.

As duas equipes possuem compromissos importantes no início de agosto. Dia 7 o Lyon enfrenta a Juventus, em Turim, na partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. No jogo de ida, os franceses venceram por 1 a 0. O PSG pega o Atalanta, dia 12, no Estádio da Luz, em Lisboa, pelas quartas de final do maior torneio de clubes da Europa.

Fonte: Agência Brasil
Publicado em 31/07/2020 – 20:44 Por Maurício Costa – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro
Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Destaques