Conecte-se conosco

Paraíba

Paraíba confirma 6º caso de coronavírus e descarta 227

Trata-se de um homem de 34 anos, residente em João Pessoa. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o paciente segue em isolamento domiciliar

Publicado

em

Ministério da Saúde divulgou novo balanço do coronavírus (Foto: Reprodução/Divulgação/OMS)
header ads

A Paraíba registrou nesta quinta-feira (26) o sexto caso confirmado de coronavírus, causador da Covid-19. Trata-se de um homem de 34 anos, residente em João Pessoa. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o paciente segue em isolamento domiciliar, sendo acompanhado pela vigilância municipal.

Outros dois casos confirmados se referem a uma mulher de 55 anos, residente em João Pessoa, com histórico de contato com caso em investigação. Ela segue em isolamento domiciliar acompanhada pela vigilância municipal da Capital; também a uma mulher, de 45 anos, residente em João Pessoa, com histórico de contato com caso em investigação. Ela também segue em isolamento domiciliar, acompanhada pela vigilância municipal. Outras três pessoas que tiveram confirmação para a doença já estão curadas.

Até as 17h desta quinta (26), a Paraíba possuía 33 pacientes internados, sendo 21 em leitos de internação regular (nos municípios de Cajazeiras, Campina Grande e João Pessoa) e um deles com diagnóstico laboratorial confirmado para Covid-19; 12 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (nos municípios de Sousa, Patos, Cajazeiras, Piancó e João Pessoa), seis destes pacientes graves estão em hospitais privados na Capital.

Três mortes são investigadas e podem ter sido provocadas pelo novo coronavírus, entre elas a de uma criança de 10 anos. Três mortes que eram suspeitas já foram descartadas.

Em todo o Brasil, são quase 3 mil casos confirmados e 77 mortes, em todas as regiões do país.

Samu e Bombeiros não devem ser acionados para sintomas leves

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros não devem ser acionados para casos suspeitos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, com sintomas leves. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) disponibiliza telefones exclusivos para atender suspeitas de Covid-19.

Veja aqui as últimas notícias sobre o novo coronavírus

Para as pessoas com tosse, coriza, espirros, febre e leve indisposição para as atividades de rotina, a recomendação é que elas devem permanecer em casa, até a melhora do quadro clínico (máximo de 14 dias), podendo utilizar-se dos telefones disponibilizados para obterem informações adicionais. Os números são: 99146-9790/99146-9250/99147-0810.

“A SES reforça que o hospital deve ser buscado apenas nos casos em que pacientes apresentem sintomas graves como falta de ar e febre persistente por três dias”, disse a Secretaria, que vem repetindo essa informação constantemente para que a população se mantenha alerta quanto ao que fazer caso precise de ajuda.

Para se prevenir contra a doença, algumas atitudes precisam ser tomadas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabão;
  • Usar álcool em gel (caso não consiga lavar as mãos);
  • Evite tocar nos olhos, nariz e boca;
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes;
  • Ficar em casa quando estiver doente;
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados frequentemente.

Lacen-PB não é posto de coleta

Conforme a SES, o Labortário Central (Lacen-PB) não é posto de coleta, ele apenas analisa as amostras que são coletadas em pacientes com sintomas graves, atendidos na rede de saúde do estado.

Onde ter atendimento na Paraíba

A recomendação da Secretaria Estadual de Saúde (SES), em casos suspeitos da doença, com agravamento de sintomas, é que os pacientes se dirijam a qualquer unidade de saúde do estado, mas se houver confirmação da doença Covid-19, em João Pessoa, o Hospital de Doenças Infecto-Contagiosas Clementino Fraga e o Hospital Universitário Lauro Wanderley são especializados. Já em Campina Grande, o Hospital Dom Pedro I estará recebendo essas demandas, além de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Segundo a Secretaria de Saúde da Paraíba, o estado tem 205 hospitais, públicos e privados, com mais de 8 mil leitos instalados, além dos 600 de UTIs. Mais de 6 mil leitos são do SUS.

A SES trabalha em um plano de contingência organizado em oito ondas, cada uma com 30 leitos de isolamento e 10 de UTI. À medida que forem surgindo novos casos, esse número vai aumentando. “Lembramos que pacientes com coronavírus precisam ser tratados em centros de referência, mas afirmamos que todas as unidades hospitalares estão preparadas para receber pacientes”, disse o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros.

Fonte: Portal Correio
26 de março de 2020

--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Paraíba

Paciente de 36 anos é primeiro óbito por Covid-19 na PB.

Publicado

em

header ads

A Paraíba teve hoje seu primeiro óbito por COVID-19. O paciente é um homem, 36 anos, residente do município de Patos que estava internado na UTI do Hospital Clementino Fraga.

A confirmação laboratorial para COVID-19 se deu nesta segunda, 30 de março.

A Secretaria de Estado da Saúde se solidariza com a família neste momento de dor e pesar.

Fonte: Blog do Janildo

Continue lendo

Paraíba

Aves silvestres mantidas em cativeiro são resgatadas pela PM em Patos, no Sertão da Paraíba

Homem que estava com os animais foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Patos e responderá por crimes ambientais. A multa aplicada é de R$ 500 por cada ave.

Publicado

em

Aves em cativeiro foram resgatadas pela Polícia Militar em Patos, Paraíba — Foto: Reprodução/Polícia Militar Ambiental/Divulgação
header ads

Pelo menos 20 aves silvestres que eram mantidas em cativeiro foram recolhidas na tarde de domingo (29) pela Polícia Militar Ambiental do município de Patos, no Sertão da Paraíba. De acordo com a polícia, as aves estavam em gaiolas sem permissão ambiental. O suspeito foi multado em R$ 10 mil.

Segundo a polícia, o homem de 42 anos que estava com os animais foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Patos e responderá por crimes ambientais. A multa aplicada é de R$ 500 por cada ave.

Conforme o comandante da operação, tenente Alvino, as aves recuperadas são uma Concriz, três Sabiás Laranjeira, dois Xexéus de Bananeira, três Azulões, um Papa Capim, dois Caboclinhos, dois Golados, dois Bigodes, duas Maria fita e dois Galos de Campina. Todas as aves já foram devolvidas para o seu habitat natural e as gaiolas destruídas.

Fonte: G1 PB 30/03/2020 09h16

Continue lendo

Paraíba

COVID-19: Nota de Esclarecimento da Secretaria de Saúde da Paraíba.

Publicado

em

header ads

Governo da Paraiba
Secretaria de Estado da Saúde

NOTA

Sobre notícia veiculada neste sábado, 28 de março, que afirma que não serão destinados leitos de UTI para atender pacientes vítimas do COVID-19 no sertão da Paraíba, a Secretaria de Estado da Saúde esclarece a toda a população do que esta afirmação não é verdadeira.

A Paraíba possui um robusto plano de contigenciamento para Coronavírus, elaborado desde os primeiros sinais de que seríamos vítimas da pandemia e revisado a cada fase de mudança no cenário epidemiológico. Neste Plano, está previsto o acréscimo de leitos exclusivos para COVID-19 nas 3 Macrorregiões de Saúde.

A Paraíba vem recebendo importantes doações de vários setores da sociedade, incluindo órgãos públicos como a Justiça do Trabalho e o Ministério Público. No entanto estes não serão os únicos aportes previstos, e as unidades de referência para COVID-19 no sertão paraibanos serão contempladas com todo equipamento necessário para assistir a população, como já previsto. Só de recursos de emenda parlamentar, serão 45 respiradores destinados a estas unidades.

A SES reforça a importância de nos mantermos em isolamento, nas nossas casas, evitando o contato social para que a cadeia de transmissão do vírus seja quebrada e que não tenhamos que lamentar pela saúde dos nossos familiares e amigos.

Paraíba, 28 de março de 2020

Assessoria de Comunicação

Continue lendo

Destaques