Conecte-se conosco

Esportes

Pablo fala sobre treinos durante quarentena e vê SPFC no caminho certo

Na última partida do São Paulo antes da suspensão do Campeonato Paulista, Pablo marcou duas vezes na virada diante do Santos, em embate válido pela décima rodada.

Publicado

em

Pablo celebra gol durante partida do São Paulo - Foto: JULIO ZERBATTO/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
header ads

O atacante Pablo, do São Paulo, falou sobre como está sendo sua rotina de treinos durante a paralisação do futebol devido à pandemia do novo coronavírus. Em vídeo divulgado pelo Tricolor paulista, o centroavante contou que precisou adaptar sua casa para conseguir fazer as atividades físicas.

“A gente está se adaptando, treinando em casa. Fiz aqui da área da churrasqueira um lugar de treino. Meu filho com um aninho brincando também é muito engraçado. Estou aproveitando também este momento”, disse o camisa 9.

Na última partida do São Paulo antes da suspensão do Campeonato Paulista, Pablo marcou duas vezes na virada diante do Santos, em embate válido pela décima rodada.

Com o triunfo, o Tricolor garantiu a sua classificação para a próxima fase do Estadual, que segue com futuro indefinido durante a paralisação. No entendimento de Pablo, o time comandado por Fernando Diniz está fazendo um bom trabalho.

“A gente tem um longo caminho pela frente, mas sabe que está no caminho certo. Que essa demonstração de carinho que temos fora de campo a gente consegue levar para dentro de campo, e isso é fantástico”, comentou.

Fonte: Jovem Pan 25/03/2020 15h25

--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Esportes

Fórmula 1: GP Brasil aguarda nova data após confirmação de 8 etapas

Já negociações sobre sede da corrida em 2021 seguem paralisadas

Publicado

em

Foto: Reuters/John Sibley/Direitos Reservados
header ads

Apesar de ainda não ter data confirmada, o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 deve fazer parte das próximas corridas oficializadas para 2020. O calendário do campeonato, que iniciaria em março, teve de ser alterado devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Ontem (2), foram divulgadas as oito etapas que abrirão a temporada deste ano – todas na Europa, onde a curva de propagação da doença está descendente.

“Os dirigentes da Liberty Media (empresa responsável pela Fórmula 1) consideram que as corridas das Américas serão realizadas, assim como as do Oriente Médio. Eles têm como base que, entre outubro e novembro, a curva da pandemia, como ocorreu na Ásia e Europa, já terá caído o suficiente para garantir a realização dessas etapas”, explica à Agência Brasil o diretor de imprensa do GP Brasil, Castilho de Andrade.

A pandemia afetou 10 provas inicialmente previstas para 2020, sendo quatro (Austrália, Mônaco, França e Holanda) canceladas e seis (Bahrein, Vietnã, China, Espanha, Azerbaijão e Canadá) adiadas. No calendário original, a etapa brasileira, no autódromo de Interlagos, em São Paulo, estava prevista para 15 de novembro.

O artigo 5.4 do regulamento esportivo da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) determina um mínimo de oito etapas para um campeonato ser considerado finalizado. Já o Código Esportivo Internacional da entidade indica que, para ser “mundial”, o torneio deve incluir eventos em pelo menos três continentes durante a mesma temporada. O chefe-executivo da F1, Chase Carey, disse em março projetar um calendário com 15 a 18 corridas, mesmo com o impacto da pandemia.

Com a reformulação no calendário, os organizadores do GP Brasil aguardam a confirmação da nova data para iniciar a venda de ingressos. A liberação de público, porém, depende do que for determinado pelas autoridades sanitárias. A competição será retomada com portões fechados nas duas corridas de Spielberg (Áustria). Já nas duas provas agendadas para o Reino Unido, ambas em Silverstone, a presença de torcedores necessita de um acordo com o governo britânico devido à necessidade de quarentena para entrar no país.

Futuro do GP Brasil

O cenário provocado pelo novo coronavírus impactou também a negociação para renovação do contrato de realização da prova em São Paulo, que vence em 2020. A capital paulista recebe o Grande Prêmio no autódromo de Interlagos desde 1972 – com exceção de 1978 e de 1981 a 1989, quando a corrida foi disputada no Rio de Janeiro.

“As conversas (com a Liberty Media) estão bem avançadas, mas, a pandemia mudou o foco do dirigentes internacionais para refazer o calendário, cuidar das corridas adiadas e canceladas. Os contatos deverão recomeçar quando o novo calendário estiver pronto”, diz Andrade.

São Paulo tem justamente a concorrência do Rio de Janeiro para receber a etapa a partir de 2021. A prefeitura da capital fluminense pretende construir um circuito de F1 em Deodoro, zona oeste do município A obra, no entanto, depende da aprovação do Estudo de Impacto Ambiental e do Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA). De acordo com ambientalistas do movimento SOS Floresta do Camboatá, o terreno que poderá receber o autódromo é considerado o último remanescente de Mata Atlântica de terras baixas no município. Os estudos seriam apresentados e discutidos em uma audiência pública virtual marcada para o último dia 28, mas a assembleia foi suspensa pela Justiça.

Fonte: Agência Brasil
Publicado em 03/06/2020 – 19:38 Por Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil – São Paulo
Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Esportes

Pré-olímpico de polo aquático será em fevereiro de 2021

Decisão da Federação Internacional de Natação agradou os brasileiros

Publicado

em

Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
header ads

A Federação Internacional de Natação (FINA) publicou em seu site oficial a nova data do Campeonato Pré-Olímpico masculino de Polo Aquático. O torneio, inicialmente marcado para março desse ano, chegou a ser remarcado para dezembro. Mas, na tarde desta terça-feira (2), a entidade confirmou que a competição vai mesmo ocorrer entre os dias 14 e 21 de fevereiro de 2021, em Roterdã, na Holanda.

O diretor de Polo Aquático da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), João Santos, considerou a definição positiva. “Para dezembro, o Brasil estaria em desvantagem, já que a Europa está voltando às atividades antes. Nosso tempo de treino não seria adequado, sobretudo pelo fato de os atletas estarem parados há muito tempo. O tempo de treinamento precisaria ser maior. Para fevereiro, a gente consegue ter mais fôlego e condições de se equiparar às seleções que vamos ter de enfrentar”, explicou.

Em contato com a Agência Brasil, o técnico da equipe, André Avallone, foi na mesma linha do dirigente. “A Federação foi muito sensível nessa definição. O Hemisfério Norte está em outra velocidade na recuperação dos danos da covid-19. Nós, aqui no Sul, ainda estamos sofrendo demais com o vírus. Então, eles foram muito prudentes. Agora vamos esperar as orientações sobre os protocolos de segurança e de saúde e a definição do calendário de jogos daqui do Brasil. A partir daí poderemos definir os treinamentos e as etapas de preparação para chegarmos nessa tão sonhada vaga olímpica”, disse Avallone.

No sorteio realizado previamente pela FINA, no início desse ano, antes dos dois adiamentos, o Brasil havia caído no Grupo A, com Georgia, Canadá, Montenegro, Grécia e um representante da Ásia ainda a ser definido. No Grupo B estariam Croácia, Holanda, Rússia, Alemanha, Argentina e o outro representante da Ásia. Os três melhores do pré-olímpico se classificam para os Jogos de Tóquio.

Fonte: Agência Brasil
Publicado em 02/06/2020 – 17:08 Por Juliano Justo, repórter da TV Brasil – São Paulo
Edição: Sergio du Bocage

Continue lendo

Esportes

Covid-19: etapa Brasil do Tour de France é adiada para novembro

Prova em Campos do Jordão (SP) reunirá mais de 1.700 ciclistas

Publicado

em

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
header ads

A sexta edição da etapa Brasil do Tour de France foi adiada para o período de 27 a 29 de novembro, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A cidade paulista de Campos do Jordão receberá o evento de ciclismo amador, que inicialmente estava programado para o final de setembro.

De acordo com os organizadores, mais de 1.700 atletas já se inscreveram na etapa brasileira do Tour de France, que terá dois percursos pelo Vale do Paraíba: um de 66 quilômetros e outro de 107 km.

”Para garantir a saúde e a segurança dos ciclistas, famílias e staff, além da população de Campos do Jordão, decidimos tomar a prudente decisão de alterar a data do evento. Consultamos todas as autoridades e representantes da modalidade para escolher a melhor data”, esclarece a nota oficial publicada o site da organização do evento.

Responsável pela organização da L’Étape Brasil by Tour de France no Brasil, Bruno Prada, afirmou que a decisão de adiar o evento também levou em conta o condicionamento físico dos ciclistas. “A mudança também foi pautada na preparação dos atletas, que está impactada pela pandemia”.

No ano passado, a etapa brasileira reuniu mais de 2.400 ciclistas do país e do exterior – Alemanha. França, Austrália e Estados Unidos.

No dia 15 de abril, o Tour de France, em Paris, uma das mais importantes provas de ciclismo no mundo, também teve seu início adiado de meados de julho para 29 de agosto, também em decorrência da pandemia de covid-19. Duas semanas depois, foi a vez Comitê Organizador da La Vuelta anuncioar o cancelamento das três etapas iniciais da tradicional prova La Vueta – também chamada de Volta da Espanha de Ciclismo.

Fonte: Agência Brasil
Publicado em 01/06/2020 – 14:59 Por Agência Brasil – Rio de Janeiro
Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Continue lendo

Destaques