Conecte-se conosco

Ceará

Taxa de contaminação da Covid-19 no Ceará é a terceira maior do Brasil

A cada 100 mil habitantes, a incidência do novo coronavírus no estado é de 1,78. No Distrito Federal e no Acre o número é ainda maior.

Publicado

em

- Foto: Reprodução/Reprodução
header ads

O Ceará permanece sendo o estado da região Nordeste com mais casos do novo coronavírus. Um levantamento comparativo feito pelo G1 mostrou outro dado preocupante: o Estado é a terceira unidade do Brasil com maior índice proporcional de incidência da doença. A cada 100 mil habitantes, a taxa de contaminação da população é de 1,78. Atualmente há em torno de nove milhões de residentes no estado.

Para o levantamento foram levados em consideração os casos confirmados pelas secretarias estaduais de saúde, até às 18h dessa segunda-feira (23).

A comparação com as demais unidades da federação mostrou que o Distrito Federal, com quase três milhões de habitantes, é o primeiro do ranking. Lá, a incidência do Covid-19 é de 4,43 a cada 100 mil pessoas. O Acre ocupa a segunda posição. São 891 mil habitantes e a taxa é de 1,90.

No Maranhão, onde até ontem o Ministério da Saúde tinha confirmado dois casos da doença, a taxa de incidência é a menor do país: 0,02.

O número de casos confirmados de pacientes com coronavírus no Ceará subiu para 164 de acordo com novo boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (23) pela secretaria estadual da Saúde. A quantidade de casos suspeitos e os descartados não são mais divulgados.

Ocorrências

Quando considerados os números absolutos, o Ceará também se figura como terceiro estado com maior índice de casos no Brasil, ficando atrás de São Paulo, com 745; e Rio de Janeiro, com 191. No Ceará, até o momento, não há registros de mortos devido ao novo coronavírus.

O infectologista Bráulio Matias de Carvalho pontua que “falar sobre essa taxa de incidência é muito relativa e depende das decisões governamentais que estão sendo tomadas”, pois, segundo ele, “isso muda conforme as decisões, até mesmo se se recomenda isolamento mais recentemente ou mais tardio”.

Para o médico, o fato do Ceará ser uma porta de chegada da Europa influenciou diretamente no rápido aumento dos casos. “Há uma íntima relação com as viagens. É tudo muito novo. É preciso pensamento coletivo. De 0 a mil, a importância do isolamento domiciliar é mil. A principal saída nesse momento é o isolamento social. Sabemos que isso vai ser uma temporada. A primeira medida é essa. Antes de sair de casa pense: é essencial sair mesmo? Se não for, não saia”, disse.

O infectologista Ramiro Moreira ressalta que o índice médio no Ceará está dentro do previsto. Segundo Moreira, “precisamos aguardar mais um pouco para discorrer sobre isso. Há muitos pacientes no aguardo do resultado do exame”.

– Foto: Reprodução/G1 CE

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 16h00 desta segunda-feira (23), 1.646 casos confirmados de novo coronavírus no Brasil em 26 estados e no Distrito Federal. São 22 em São Paulo e três no Rio de Janeiro.

Hospital no PV

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciou nesta segunda-feira (23) a construção de um hospital de 3,5 mil m² dentro do Estádio Presidente Vargas, no Bairro Benfica. A nova unidade de saúde contará com 17 enfermarias com 12 leitos – total de 204 leitos – para receber pacientes diagnosticados com a Covid-19. A estrutura do hospital já começou a ser montada na tarde desta segunda (23).

Vacinação contra gripe

O Shopping Iguatemi, North Shopping Fortaleza e Jóquei, o Via Sul e o RioMar Kennedy e Papicu vão ser locais para vacinação contra a gripe, além do estacionamento da Universidade de Fortaleza. Escolas da rede municipal também serão integradas à campanha, conforme anúncio feito nesta segunda-feira (23) pela secretária municipal de Saúde, Joana Maciel. Além disso, pessoas com mais de 80 anos receberão a vacina em casa.

A vacinação nestes lugares ocorrerá na quarta-feira (25) e durante o fim de semana em um espécie de a vacinação ocorrerá na quarta-feira (25) e durante o fim de semana

De acordo com a secretária, os espaços serão usados para evitar aglomerações, que podem contribuir para a transmissão do novo coronavírus. A campanha tem como foco, durante esta primeira fase, o grupo envolvendo idosos e profissionais de saúde.

“O Influenza também causa doenças graves e é muito importante que você, que tem mais de 60 anos, se vacine. Outra questão é que também é importante que você não tenha doenças causadas por outros vírus para que não seja confundido com a Covid-19”, disse Joana.

Transmissão comunitária

O Estado do Ceará já registra caso de transmissão comunitária do novo coronavírus, de acordo informação do secretário de Saúde, Dr. Cabeto. A transmissão comunitária – quando o contágio da doença está ocorrendo dentro do próprio estado – aumenta a necessidade de isolamento social. “Agora passam a ser contágios múltiplos entre pessoas do próprio estado por isso aumenta mais ainda a importância do isolamento social”, ressaltou Cabeto.

Medidas do governo do Ceará

Veja as medidas anunciadas pelo governo do estado contra proliferação do novo coronavírus no Ceará de 16 de março a 22 de março:

  • Decreto de situação de emergência na saúde pública;
  • Aulas suspensas em escolas e universidades públicas por 15 dias;
  • Proibição de eventos com mais de 100 pessoas;
  • Compra de mais de 10 mil kits para diagnosticar os casos de Covid-19;
  • Destinação de 200 leitos para enfermaria e 30 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para atender aos pacientes;
  • Compra de 600 UTIs e equipamentos de proteção para os profissionais da saúde;
  • Isolamento social;
  • Suspensão por 10 dias do funcionamento de bares, barracas de praia, restaurantes, lanchonetes, templos e igrejas, museus, academias de ginástica, feiras livres, lojas que prestem serviço de natureza privada, galerias e centros comerciais (liberados os serviços de entrega por aplicativo). As medidas restritivas não se aplicam a bares que funcionem no interior dos hotéis e pousadas, desde que sirvam somente aos hóspedes;
  • Interrupção do funcionamento do metrô em Fortaleza, Sobral e Juazeiro do Norte, a partir de 0h de sábado (21);
  • Fim das viagens intermunicipais, a partir da 0h de segunda-feira (23);
  • Prorrogação do ponto facultativo para os servidores públicos do estado até sexta-feira (27);
  • Barreiras nas divisas do Ceará com outros estados, para fiscalização sanitária;
  • Suspensão das atividades do setor industrial até 29 de março, exceto a produção de itens essenciais;
  • Suspensão por 90 dias (abril, maio e junho) da cobrança de água para consumidores de baixa renda;
  • Suspensão por 90 dias da cobrança da tarifa de contingência;
  • Lançamento de edital para artistas, que farão apresentações on-line;
  • Inspeção de passageiros que chegam pelo aeroporto de Fortaleza.

Ciclo do coronavírus — Foto: Foto: Reprodução/Arte/G1

Fonte: G1 CE 24/03/2020 05h01

--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Ceará

Coronavírus: Governo do Ceará vai destinar R$ 63 milhões para ampliar leitos no interior e comprar insumos médicos

R$ 45 milhões serão destinados a sete municípios do interior.

Publicado

em

Ceará vai destinar R$ 63 milhões para ampliar leitos no interior e comprar insumos médicos — Foto: Reprodução/Divulgação/UFG
header ads

O Governo do Ceará prepara um grande aporte financeiro no sistema de saúde para combater o novo coronavírus. Ao todo, serão empregados R$ 63 milhões para novos equipamentos aos profissionais de saúde, além de leitos no interior. A informação foi revelada nesta quinta-feira (26) pelo secretário de saúde estadual, Dr. Cabeto, através das redes sociais.

Do montante, cerca de R$ 45 milhões foi cedido direto do Tesouro Nacional para os municípios cearenses. O titular da Secretaria de Saúde (Sesa) comunicou que o foco são as prefeituras de sete cidades: Aracati, Crateús, Icó, Iguatu, Itapipoca, Tauá e Tianguá.

“O Estado não vai receber nenhum centavo, vamos repassar integralmente. Mais recentemente, solicitamos ao Ministério da Saúde a autorização de UTIs e até os próximos 15 dias iremos repassar para Itapipoca, Iguatu, Icó, Tauá, Crateús, Itaitinga, Aracati”, afirmou.
O restante do valor, R$ 18 milhões, é oriundo da Orçamento da União. O objetivo é comprar insumos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) aos profissionais de saúde. O Estado registrou três óbitos – duas mulheres e um homem – por Covid-19, a doença do novo coronavírus.

“Realizamos a importação de 700 respiradores de alta complexidade e 750 mil testes rápidos. No Centro de Eventos teremos vários consultórios para realizar os testes, principalmente dos profissionais de saúde”, declarou.

A expectativa é que o material seja disponibilizado a partir da próxima semana. “Isso é uma guerra e na guerra aprendemos a solidariedade. Se já tínhamos um sonho de ter um sistema de saúde mais moderno, estamos assistindo isso acontecer com vocês”, finalizou.

Fonte: G1 CE 26/03/2020 18h38

Continue lendo

Ceará

Chuva deixa carros submersos e famílias desabrigadas em cidades do interior do Ceará

Nos municípios de Crateús e Jaguaribe, ruas e avenidas ficaram alagadas. Veículos ficaram submersos. Em Hidrolândia, pelo menos 40 famílias estão desalojadas.

Publicado

em

Vários bairros de Hidrolândia amanheceram alagados nesta quarta-feira. Muitas famílias estão desabrigadas. — Foto: Reprodução/TV Verdes Mares
header ads

A chuva que atingiu as regiões Sertão dos Inhamuns, o Norte do Ceará e Vale do Jaguaribe causou transtornos para moradores de alguns municípios. As cidades mais afetadas com a chuva foram Hidrolândia, Jaguaribe e Crateús. Choveu em mais de 100 cidades cearenses entre 7h da terça-feira-feira (24) e 7h desta quarta-feira (25).

O município de Crateús, no Sertão dos Inhamuns, registrou entre terça-feira e quarta-feira precipitações de 141 milímetros. A maior do dia no Estado. A chuva foi computada no posto pluviométrico do Aeroporto. A informação é da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Os dados serão atualizados durante o dia pelo órgão.

A chuva em Crateús começou no fim da tarde e permaneceu durante a noite de terça-feira. A precipitação ficou ainda mais intensa a partir da madrugada desta quarta por volta das 3h30. De acordo com a Polícia Militar, a água da chuva invadiu várias residências e comércios. Bairros como Aeroporto, Bela Vida, São Vicente e Centro ficaram com suas ruas e avenidas alagadas.

Na Rua Francisco Sá que passa pelo Centro da cidade uma moto de um entregador ficou submersa. Um automóvel também ficou submerso no Bairro Altamira próximo o clube Caça e Pesca.

Segundo o coordenador da Defesa Civil do município, Antônio Raimundo da Silva, entre 300 e 400 famílias estão desalojadas por causa da chuva. Antônio afirmou que escolas municipais que não estão funcionando por causa da quarentena do Coronavírus servirão de abrigos provisórios para as famílias. Agentes da Defesa Civil e Guarda Municipal dão apoio neste momento e avaliam os estragos provocados pela precipitação.

Carro submerso em uma avenida de Crateús. — Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

Carro submerso no Bairro Altaneira em Crateús. Choveu 141 milímetros na cidade. — Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

Famílias desalojadas

Em Hidrolândia, no Norte do Ceará, a chuva deixou pelo menos 40 famílias desalojadas. Ruas e as principais avenidas do município ficaram alagadas.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o nível do Rio Batoque, que passa pelo município, subiu e alagou os quatro distritos da cidade: Betânia, Conceição, Hidrolândia (Centro) e Irajá. A chuva iniciou no fim da tarde e a água invadiu residências e arrastou eletrodomésticos e móveis. O comércio também foi afetado. Vários comerciantes perderam seus produtos.

Equipes do Corpo de Bombeiros de Sobral e Canindé foram à cidade para fornecer apoio. Ainda segundo os bombeiros, a Rodovia CE-187, entre Santa Quitéria e Hidrolândia, chegou a ficar interditada por causa das inundações.

O G1 entrou em contato com a prefeitura de Hidrolândia para saber sobre quais as medidas emergenciais que serão tomadas sobre as famílias desabrigadas, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

Alagamentos em Jaguaribe

Em Jaguaribe a chuva de 132 milímetros também trouxe prejuízos para a população. A água alagou ruas e avenidas. Os moradores tiveram dificuldades para deixar suas casas. O trânsito em alguns trechos ficou complicada.

Moradores relataram por meio de redes sociais que há dez anos não chovia tão intensamente na cidade. “Por volta das 3h da manhã começou a chuva. Foi até o início da manhã. Agora começou a chover de novo. A maior chuva dos últimos dez anos”, relatou um morador.

Em Jaguaribe a água invadiu casas e deixa veículo submerso. — Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

Chuvas no Estado

No balanço de chuvas em todo o Ceará referente ao intervalo entre terça e quarta há, até o momento, registros em mais de 100 municípios. Os maiores acumulados além de Crateús foram em Ipaporanga (137 milímetros), Jaguaribe (132 milímetros), Ererê (125 milímetros) e Graça (116 milímetros).

Previsão para os próximos dias

Segundo a Funceme, a Região Centro-Sul do Ceará deverá concentrar as principais até a próxima quinta (26).

O cenário se dá, principalmente, pela presença de uma frente fria localizada sobre o oceano na altura do estado da Bahia, à leste do Nordeste. Além disso, embora haja, neste momento, pouca atividade convectiva (formação de nuvens de chuvas mais favoráveis às precipitações) na região onde a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) está localizada (abaixo da linha do Equador), esse sistema indutor também poderá colaborar com formação de chuvas no centro-sul, principalmente, o que inclui, além do Cariri, Sertão Central e Inhamuns, mas também Ibiapaba e Maciço de Baturité.

Para os próximos dias, as áreas mais ao norte do estado deverão apresentar quantidade menor de chuva, tanto no que diz respeito aos acumulados totais quanto ao percentual total de área com registros.

Em Fortaleza e Região Metropolitana, segundo a Funceme, há chances de chuva entre madrugada e manhã, porém, passageiras e com acumulados pouco expressivos até quinta.

Situação dos principais açudes

Apesar de boas chuvas registradas desde o início deste ano, os três principais açudes do Estado continuam com nível delicado. O Castanhão, maior reservatório cearense, está com apenas 7,26%. O Orós, segundo maior do Estado, está com 12,73 e, o Banabuiú, 6,52%.

Fonte: G1 CE 25/03/2020 11h17

Continue lendo

Ceará

Ceará tem 164 pessoas com o novo coronavírus

Novo levantamento foi divulgado nesta segunda-feira (23).

Publicado

em

- Foto: Reprodução/Reprodução
header ads

O número de casos confirmados de pacientes com coronavírus no Ceará subiu para 164 de acordo com novo boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (23) pela secretaria estadual da Saúde. A quantidade de casos suspeitos e os descartados não são mais divulgados.

Os infectados pelo novo vírus estão concentrados em Fortaleza, com 151 casos. As demais ocorrências estão distribuídas entre Aquiraz (6), Sobral (3), Fortim (1) e Juazeiro do Norte (1). Outros dois casos são de residentes de outros estados, sendo um da capital de São Paulo e outro de Uberlândia, em Minas Gerais.

– Foto: Reprodução/G1 CE

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 16h00 desta segunda-feira (23), 1.646 casos confirmados de novo coronavírus no Brasil em 26 estados e no Distrito Federal. São 22 em São Paulo e três no Rio de Janeiro.

Hospital no PV

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciou nesta segunda-feira (23) a construção de um hospital de 3,5 mil m² dentro do Estádio Presidente Vargas, no Bairro Benfica. A nova unidade de saúde contará com 17 enfermarias com 12 leitos – total de 204 leitos – para receber pacientes diagnosticados com a Covid-19. A estrutura do hospital já começou a ser montada na tarde desta segunda (23).

Vacinação contra gripe

O Shopping Iguatemi, North Shopping Fortaleza e Jóquei, o Via Sul e o RioMar Kennedy e Papicu vão ser locais para vacinação contra a gripe, além do estacionamento da Universidade de Fortaleza. Escolas da rede municipal também serão integradas à campanha, conforme anúncio feito nesta segunda-feira (23) pela secretária municipal de Saúde, Joana Maciel. Além disso, pessoas com mais de 80 anos receberão a vacina em casa.

A vacinação nestes lugares ocorrerá na quarta-feira (25) e durante o fim de semana em um espécie de a vacinação ocorrerá na quarta-feira (25) e durante o fim de semana

De acordo com a secretária, os espaços serão usados para evitar aglomerações, que podem contribuir para a transmissão do novo coronavírus. A campanha tem como foco, durante esta primeira fase, o grupo envolvendo idosos e profissionais de saúde.

“O Influenza também causa doenças graves e é muito importante que você, que tem mais de 60 anos, se vacine. Outra questão é que também é importante que você não tenha doenças causadas por outros vírus para que não seja confundido com a Covid-19”, disse Joana.

Transmissão comunitária

O Estado do Ceará já registra caso de transmissão comunitária do novo coronavírus, de acordo informação do secretário de Saúde, Dr. Cabeto. A transmissão comunitária – quando o contágio da doença está ocorrendo dentro do próprio estado – aumenta a necessidade de isolamento social. “Agora passam a ser contágios múltiplos entre pessoas do próprio estado por isso aumenta mais ainda a importância do isolamento social”, ressaltou Cabeto.

Medidas do governo do Ceará

Veja as medidas anunciadas pelo governo do estado contra proliferação do novo coronavírus no Ceará de 16 de março a 22 de março:

  • Decreto de situação de emergência na saúde pública;
  • Aulas suspensas em escolas e universidades públicas por 15 dias;
  • Proibição de eventos com mais de 100 pessoas;
  • Compra de mais de 10 mil kits para diagnosticar os casos de Covid-19;
  • Destinação de 200 leitos para enfermaria e 30 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para atender aos pacientes;
  • Compra de 600 UTIs e equipamentos de proteção para os profissionais da saúde;
  • Isolamento social;
  • Suspensão por 10 dias do funcionamento de bares, barracas de praia, restaurantes, lanchonetes, templos e igrejas, museus, academias de ginástica, feiras livres, lojas que prestem serviço de natureza privada, galerias e centros comerciais (liberados os serviços de entrega por aplicativo). As medidas restritivas não se aplicam a bares que funcionem no interior dos hotéis e pousadas, desde que sirvam somente aos hóspedes;
  • Interrupção do funcionamento do metrô em Fortaleza, Sobral e Juazeiro do Norte, a partir de 0h de sábado (21);
  • Fim das viagens intermunicipais, a partir da 0h de segunda-feira (23);
  • Prorrogação do ponto facultativo para os servidores públicos do estado até sexta-feira (27);
  • Barreiras nas divisas do Ceará com outros estados, para fiscalização sanitária;
  • Suspensão das atividades do setor industrial até 29 de março, exceto a produção de itens essenciais;
  • Suspensão por 90 dias (abril, maio e junho) da cobrança de água para consumidores de baixa renda;
  • Suspensão por 90 dias da cobrança da tarifa de contingência;
  • Lançamento de edital para artistas, que farão apresentações on-line;
  • Inspeção de passageiros que chegam pelo aeroporto de Fortlaeza.

Ciclo do coronavírus — Foto: Foto: Reprodução/Arte/G1

Fonte: G1 CE 23/03/2020 17h28

Continue lendo

Destaques