Conecte-se conosco

Paraíba

Farmacêutica de Patos é internada com sintomas de coronavírus em hospital de João Pessoa e morre aos 29 anos. Resultado dos exames sai na terça-feira

Publicado

em

header ads

A jovem farmacêutica patoense Vanessa Domingos, de 29 anos, que reside em João Pessoa, morreu na noite deste domingo 22, no Hospital HapVida, em João Pessoa.

Ela deu entrada no hospital no dia de ontem (sábado, 21) apresentando forte diarreia e problemas respiratórios, foi internada, seu estado se agravou e ela não resistiu.

Sua mãe, Magna Verusca, reside em Patos e trabalha no SESI. Ela está desesperada. A suspeita é de que a filha dela tenha morrido de coronavírus, mas o resultado só deverá sair na terça-feira, 24.

Veja o relato da mãe que circulou na parte da tarde nas redes sociais, antes do falecimento da filha: “Boa noite, passando para atualizar o quadro de minha filha Vanessa. Ela encontra internada na UIT ainda em situação grave e instável com um quadro evoluindo de insuficiência respiratória e renal (sepse pulmonar pelo covid- hipótese da equipe médica) mas já estão fazendo todos os procedimentos necessários. Ela está medicada para corona a hidroxicloroquina e azitromicina. Ela precisa ficar estável (pressão ainda muito baixa e oscilando além de outros sinais vitais) para fazer hemodiálise e a tomografia para aprofundar o diagnóstico. Amanhã sai o primeiro resultado de corona. Ela está em isolamento. Sigamos nas orações pela mesma para que tenha reação aos exames“.

Fonte: Folha Patoense – folhapatoense@gmail.com

--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Paraíba

Cinco veículos são apreendidos na BR-230, na PB, transportando cargas irregulares

Valores de ICMS e das multas aplicadas nas cargas irregulares somam mais R$ 34 mil.

Publicado

em

Cinco veículos são apreendidos transportando cargas irregulares durante blitz da Sefaz, em Sobrado, na PB — Foto: Reprodução/Secretaria de Estado da Fazenda/Divulgação
header ads

Cinco veículos foram apreendidos, com cargas irregulares, durante blitz na BR-230 nesta quarta-feira (28), em Sobrado, na Paraíba. Segundo a Polícia Rodoviária Federal do posto de Café do Vento, três dos veículos estavam transportando mercadoria sem emissão de Manifesto Eletrônico; um carregava nove toneladas de arroz da terra desacompanhado de documento fiscal e outro veículo estava com documento fiscal vencido.

De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), os três veículos que transportavam mercadorias sem emissão de DAMDF-e (Documento Auxiliar do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais) tiveram multas de mais de R$ 15 mil, enquanto para o motorista que transportava as nove toneladas de arroz da terra, sem documento fiscal, foram aplicados mais de R$ 6 mil em ICMS e multa.

O quinto veículo, que conduzia compras de produtos por internet com DANFEs (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica) vencidos, recebeu uma multa no valor de mais de R$ 12 mil.

Após constatação das irregularidades, os cinco veículos foram apreendidos, contabilizados e recolhidos ao Depósito de Mercadorias da Sefaz, em João Pessoa.

Fonte: G1 PB 29/10/2020 14h36

Continue lendo

Paraíba

Operação identifica pelo menos 45,8 hectares de área desmatada de Mata Atlântica na Paraíba

Operação conjunta do Ibama com a Polícia Federal aconteceu nos municípios de Areia, Baía da Traição, Rio Tinto, Lucena e Mamanguape, de 19 a 24 de outubro.

Publicado

em

Pelo menos 45,8 hectares de área desmatada no bioma da Mata Atlântica são identificados, na PB — Foto: Reprodução/Divulgação/Polícia Federal
header ads

Pelo menos 45,8 hectares de área desmatada no bioma da Mata Atlântica, na Paraíba, foram identificados durante uma operação conjunta do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) com a Polícia Federal. A ação aconteceu nos municípios de Areia, Baía da Traição, Rio Tinto, Lucena e Mamanguape, de 19 a 24 de outubro. Segundo a polícia, foram inspecionadas 15 áreas, resultando na autuação de 12 pessoas. As multas aplicadas totalizam R$ 148,5 mil.

A operação “Mata Viva II” vistoriou localidades com indicativos de desmatamentos, obtidos de geoprocessamento de imagens de satélites. Entre elas, estava a terra indígena Potiguara, onde a equipe de fiscalização contou com o apoio da Fundação Nacional do Índio (Funai). Todas as áreas desmatadas ilegalmente foram embargadas a fim de cessar o dano ambiental e assegurar a regeneração natural da vegetação nativa.

Conforme o superintendente do Ibama na Paraíba, Arthur Navarro, o bioma Mata Atlântica possui uma importância estratégica para o Brasil e precisa ser protegido. “Por isso o Ibama, com apoio da Polícia Federal e Funai, monitora as áreas sensíveis e executa com frequência operações de fiscalização para conter o desmatamento e garantir o uso sustentável dos recursos naturais, principalmente para o povo indígena Potiguara”, disse.

Fonte: G1 PB 28/10/2020 11h57

Continue lendo

Paraíba

Suspeito de assaltar empresa usando farda da Polícia Federal é preso na Paraíba

Ações do homem aconteciam, principalmente, nos municípios de Campina Grande e Queimadas. Ele também é suspeito de integrar organização criminosa e cometer duplo homicídio.

Publicado

em

Suspeito assaltar empresa usando farda da Polícia Federal é preso na PB — Foto: Reprodução/Polícia Civil/Divulgação
header ads

Um homem foi preso suspeito de integrar uma organização criminosa e assaltar uma empresa usando o fardamento da Polícia Federal, na Paraíba, conforme informou a Polícia Civil nesta terça-feira (27). As ações do jovem aconteciam, principalmente, nos municípios de Campina Grande e Queimadas, ambos no Agreste do estado.

Outro homem, suspeito de oferecer a residência em que mora como esconderijo para o suspeito que cometeu o crime, também foi preso. Após assinar um termo Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de favorecimento pessoal, ele foi liberado e vai responder pela ação em liberdade.

Um dos homens presos, de 19 anos, é procurado pela polícia desde o dia 16 de outubro, após assaltar um estabelecimento comercial no Distrito Industrial de Campina Grande, com mais três suspeitos. Ele foi capturado em uma quitinete no bairro Nova Cidade, em Queimadas. Outro suspeito de cometer o crime foi detido no último dia 20 deste mês.

Para cometer crime, os homens invadiram o depósito da empresa se passando por policiais federais, renderam o segurança da guarita e roubaram o colete e a arma dele. Em seguida, eles entraram no escritório do estabelecimento e roubaram mais de R$ 12 mil em espécie e cheques.

Fonte: G1 PB 27/10/2020 16h57

Continue lendo

Destaques