Conecte-se conosco

Camp.Carioca

Análise: em ritmo de treino, Flamengo afia artilharia e apresenta cardápio saboroso para temporada

Dominante como na vitória sobre o Resende, time amassa o Madureira e mostra variação ofensiva mesmo diante de ferrolho. Léo Pereira larga na frente na zaga.

Publicado

em

Gabigol comemora o primeiro diante do Madureira — Foto: André Durão - GloboEsporte.com
header ads

Jorge Jesus já deixou claro: o Carioca faz parte da pré-temporada do Flamengo. Discurso colocado em prática com autoridade diante do Madureira. A vitória por 2 a 0 teve cara de treino. Um treino intensivo como é exigência do português, mas treino onde só o Rubro-Negro jogou e teve liberdade para testar suas opções ofensivas e defensivas.

O duelo da noite de sábado com comoção pelo um ano da tragédia no Ninho do Urubu foi ainda mais dominante por parte do Flamengo do que no 3 a 1 sobre o Resende. O Tricolor Suburbano estacionou o ônibus a frente da área e praticamente não encaixou contragolpes. Foi um chute em cada etapa para defesas de Diego Alves (só um com perigo).

Pedro comemora gol do Flamengo com a tradicional reverência — Foto: André Durão

Pedro comemora gol do Flamengo com a tradicional reverência — Foto: André Durão

Sendo assim, Jorge Jesus teve 90 minutos (ou 93 como ele fez questão de frisar) para trabalhar variações ofensivas, ações que ditam o desgaste do adversário e ajuste na saída de bola com uma dupla de zaga nova. Podemos dizer que tudo deu certo.

A vitória não foi mais elástica porque Gabigol perdeu gols que não está acostumado a perder no primeiro tempo. O Flamengo encurralou o Madureira e voltou a mostrar inteligência para encontrar espaços mesmo com um rival quase todo dentro da área.

Da mesma maneira que fez contra o Resende, os lados do campo foram as melhores alternativas. Se Everton Ribeiro e Rafinha abriram caminhos pela direita no meio da semana, Arrascaeta e Renê foram responsáveis pela melhores jogadas pelo lado esquerdo no sábado.

Quando não conseguia criar chances claras, o Flamengo balançava o jogo de um lado para o outro, fazendo o Madureira cansar no clima abafado do Rio de Janeiro. Deu certo.

Lá atrás, Léo Pereira deixava evidente a maior aptidão para o estilo de jogo do Mister, acelerava as saídas de bola com passes precisos, verticais, e avançava no posicionamento em campo. Largou na frente na disputa com Gustavo Henrique por um lugar ao lado do intocável Rodrigo Caio.

Homenagem a garotos do Ninho em Flamengo x Madureira — Foto: André Durão

Homenagem a garotos do Ninho em Flamengo x Madureira — Foto: André Durão

Com o Madureira desgastado, Jesus fez o sinal de baixinho com as mãos e chamou a correria de Michael. O reforço já ouvia instruções de João de Deus quando Gabigol não perdoou. Dessa vez, o avanço foi pela direita, com Rafinha, e teve participação de Bruno Henrique até a torcida levantar a plaquinha do gol do artilheiro.

Jorge Jesus repetiu as alterações e deu mostras de que a variação com as entradas de Michael e Pedro será uma constante em 2020. Pedro e Gabriel centralizam, Michael e Bruno Henrique abrem. E o Flamengo ganha poder de fogo.

As jogada pelas laterais para furar retrancas vão além de bolas levantas. São triangulações, passes rasteiros, e gols. Em dois jogos, são cinco. Cartão de visitas de um Flamengo que segue treinando, segue se ajustando. Mesmo valendo três pontos.

Fonte: Globo Esporte

--Publicidade--
Clique para comentar

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Camp.Carioca

Com cerca de 60 mil vendidos, ingressos para Flamengo x Madureira estão prestes a esgotar

Publicado

em

FOTO: Lance
header ads
  1. A bola rola neste sábado (08), para a partida entre Flamengo e Madureira, pela sexta e última rodada da fase de grupos da Taça Guanabara. Neste cenário, a torcida rubro-negra prepara uma grande festa nas arquibancadas para apoiar a equipe entre as quatro linhas. O jogo terá recorde de público no futebol nacional em 2020, afinal, restam pouco mais de 1000 ingressos, entre os setores Maracanã Mais Leste Mais. A quantidade de bilhetes vendidos é superior a 60 mil.

Vale destacar que, até mesmo mais importante do que a bola rolando, o jogo contará com diversas homenagens e ações relacionadas à tragédia no Ninho do Urubu. O triste fato, que gerou a morte de dez jovens das categorias de base do Fla, completa um ano neste sábado.

Na questão esportiva: o Flamengo é atualmente o vice-líder do Grupo A, com 10 pontos, mesma quantidade do líder Boavista e um a mais que o Botafogo, terceiro colocado. Sendo assim, para garantir classificação para a semifinal do torneio, sem depender de outros resultados, basta uma vitória simples.

Fonte: Coluna do Flamengo

Continue lendo

Destaques