Home > Política > Irregularidades: TCE suspende licitação de R$ 3,1 milhões para Prefeitura de Sousa comprar combustíveis

Irregularidades: TCE suspende licitação de R$ 3,1 milhões para Prefeitura de Sousa comprar combustíveis

Uma licitação programada pela Prefeitura de Sousa, destinada à compra de combustíveis, no valor de R$ 3,1 milhões, foi suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado após análise minuciosa do caso.

A medida levou em conta uma denúncia sobre possíveis irregularidades envolvendo a empresa I.E. Comercio de Derivados de Petróleo Ltda. (Posto De Ville), ganhadora do certame.

De conformidade com o Tribunal de Contas, o edital do pregão da gestão Tyrone II, exigia a apresentação com número de folhas no livro diário em que o balanço se encontra transcrito, acompanhado dos respectivos termos de abertura e encerramento, devidamente registrados na Junta Comercial. Isto é o que está previsto no item 7.2.3, alínea C, do edital anexado a processo instaurado pela Corte de Contas.

A relatoria informou que esse documento não foi apresentado pela empresa vencedora.

Segundo o conselheiro Antônio Nominando Diniz Filho, a empresa apresentou a melhor proposta mas foi considerada inabilitada por não apresentar a documentação exigida no edital. A alegação feita foi a de que não era necessária a documentação para concorrer. Nominando explicou que se na defesa o prefeito Fábio Tyrone demonstrar que o ato praticado pelo município é legal, a medida cautelar será suspensa; do contrário, será mantida.

O prazo para resposta ou defesa do prefeito é de quinze dias e a decisão deixa claro que a suspensão continuará vigorando até a correção da falha apontada.

O posto denunciante alega que “o cerne da questão é que a empresa denunciante é de Regime Lucro Real, isto é, toda a sua escrituração é efetuada junto à Receita Federal, não sendo, assim, necessário, o seu termo de abertura e encerramento do livro diário ser registrado na Junta Comercial.

Os Guedes

Sobre Francisco Marcos

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Prefeito de São João do Rio do Peixe anuncia previsão de gasto de R$ 2,447 milhões com combustíveis

Em São João do Rio do Peixe, o Prefeito Airton Pires anuncia previsão de gasto em combustíveis para o exercício ...