Home > Geral > Brasil & Mundo > PT entra com liminar no TSE para que Lula participe de debate nesta sexta

PT entra com liminar no TSE para que Lula participe de debate nesta sexta

O Partido dos Trabalhadores (PT) entrou, nessa quarta-feira, 15, com pedido de liminar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) solicitando reconhecimento do direito à participação presencial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no debate eleitoral entre candidatos à Presidência da República que está marcado para esta sexta, 17, na Rede TV!. O argumento da defesa é que a prisão de Lula é “injusta, ilegal e inconstitucional” e “não é razão suficiente para cassação de seus direitos políticos”.

“A candidatura de Lula tem os mesmos direitos de qualquer outra candidatura, inclusive a participação em debates, no horário eleitoral e o nome nas urnas em 7 de outubro”, defende o documento. Caso o pedido de estar presencialmente seja negado, a defesa solicita que Lula participe do debate por videoconferência ou por vídeos gravados previamente.

Inelegibilidade

Poucas horas após o registro, a Procuradora-Geral da República e chefe do Ministério Público Eleitoral (MPE), Raquel Dodge, pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que a candidatura petista com Lula na cabeça de chapa seja rejeitada. Ela afirmou que o ex-presidente “não é elegível”. Quem irá analisar o registro do PT será o ministro Luís Roberto Barroso, do TSE, e o resultado da decisão pode sair nos próximos dias.

Segundo especialistas ouvidos pelo Portal Uol Notícias, Barroso pode decidir o caso de maneira monocrática – a defesa de Lula poderia recorrer ao plenário – ou pode submetê-lo à análise geral dos sete ministros que compõem o tribunal.

Com informações do Portal Uol Notícias

Sobre Francisco Marcos

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Bolsonaro estuda aumentar validade da CNH de cinco para dez anos

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, avisou nessa sexta-feira (28) via Twitter que pretende aumentar o prazo de validade da carteira ...