Header Ads

Header ADS

Morre em Sousa, no HST, Padre Osvaldo Rocha, ex-prefeito de Luís Gomes-RN


noticia Morre em Sousa, no HST, Padre Osvaldo Rocha, ex-prefeito de Luís Gomes-RN

Na manhã dessa sexta-feira (18/5/2018), por volta das 3h, faleceu no Hospital Santa Terezinha, na cidade de Sousa, o padre e ex-prefeito de Luís Gomes-RN, Raimundo Osvaldo Rocha - Padre Osvaldo, aos 87 anos de idade. Ele completaria 88 anos no dia 4 de agosto próximo.

Padre Osvaldo estava internado há alguns dias no HST. Nos últimos dias seu estado de saúde se agravou e ele chegou a ficar na UTI com quadro de insuficiência respiratória.

Era uma figura carismática e de grande importância na política da região polarizada pelo seu município, Luís Gomes, no Alto Oeste Potiguar.

Não há ainda informação sobre o velório e o sepultamento de Padre Osvaldo.

COFEMAC


Padre Osvaldo na História de Luís Gomes

Nasceu em 04 de agosto de 1930 no povoado de Mutambeira, município de Sobral, Ceará, filho de Manuel Pereira Rocha e Maria do Espírito Santo Rocha. Respirou o ar puro de Luís Gomes pela primeira vez na manhã de 21 de fevereiro de 1960. Aos 28 anos, a posse como vigário da Paróquia de Luís Gomes, deu-se no dia 10 de fevereiro de 1960, às 10 horas da manhã, na tradicional missa que convocava o povo da feira livre.

Aqui estabelecido, trabalhou incansavelmente pela fé, pela partilha, pela paz e perseverança entre os munícipes. Das suas principais conquistas, além da construção da atual Matriz de Senhora Santana entre os anos de 1960 a 1971, do Estádio Paroquial “Nia Torquato”, Maternidade Paroquial, Banda de Música Paroquial Dr. Vicente Fernandes Lopes, Cine Paroquial Xavier Fernandes, Casa das Irmãs Carmelitas e capelas, está o fortalecimento da fé, da caridade e da espiritualidade dos luís-gomenses.

Entre Luís Gomes e Padre Osvaldo há uma relação de infinito amor. Sempre carismático, de personalidade inabalável e uma atitude positiva ao diálogo e a caridade, o vigário foi sinônimo de inspiração pela postura humilde, mas, certamente, um homem à frente de seu tempo, pois investia todos os esforços necessários a edificação do saber e da fé em nosso município (NASCIMENTO, 2016). Pro Deus et Patria, era o lema de vida desse homem que em sua jornada se tornou um semeador de paz, amor e fraternidade.
 



Paralelamente à sua formação religiosa, Pe. Osvaldo dedicou-se por muitos anos como professor da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, UERN. Como diretor do Colégio Comercial Luís Gomes, fundado por ele em 04 de março de 1968, e que hoje recebe o seu nome, como uma forma do povo luís-gomense retribuir uma das obras mais importante que ele trouxe ao município, sendo também a que ele mais tem orgulho de ter conseguido para o povo da terra que ele pretende permanecer até os dias finais de sua vida.

 

Com um olhar idealista, fundou em 25 de julho de 1969 a Escola Profissional Francisca Fernandes Claudino, juntamente com o empresário João Claudino Fernandes e a professora Francisca Cavalcante de Souza. Por anos dirigiu a organização que hoje tem o nome de Fundação Francisca Fernandes Claudino.

Além de exercer estas funções, religiosa e pedagógica, o reverendo ainda arrumou tempo para administrar a cidade de Luís Gomes por três mandatos, destacando-se como um dos melhores prefeitos do Estado.
 


Em 22 de dezembro de 2007 o município parou para comemorar o Jubileu de Ouro do maior sacerdote de Luís Gomes. Uma história de amor, de sacrifício e dedicação a serviço da igreja e do povo que ele tomou como família. Assim foram contados os 50 anos vida religiosa do padre Raimundo Osvaldo Rocha.
 

Pe. Osvaldo é um ícone, uma figura transcendental na história sociocultural e política de Luís Gomes. Seu nome jamais será esquecido e seus feitos lembrados por gerações e gerações. Sua liderança, obstinação, carisma e fé o transformaram numa referência, a sua dedicação ao povo luís-gomense foi tão forte e verdadeira que perdura intensamente até os dias atuais (Nascimento, 2016).

Referência bibliográfica: NASCIMENTO, A. R. F. do. Luís Gomes: a terra e o povo de Luís Gomes entre prosa e poesia. Natal: Feedback, 2016.

Portal Luís Gomes RN

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.