Header Ads

Header ADS

Encontro convida cantora trans para celebrar o Dia da Mulher e é alvo de LGBTfobia

               Liniker sofreu ataques preconceituosos nas redes sociais
A atração musical ficou por conta da banda Liniker e os Caramelows. Foto: Fábio Rocha/GShow


Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo, teve sua edição desta quinta-feira (8) dedicada às mulheres, devido ao Dia Internacional das Mulheres. O programa realizou debates sobre lutas feministas, violência doméstica e os avanços que a mulheres ainda estão tentando conquistar na sociedade. Atrizes como Dira Paes, Bárbara Paz e a roteirista Antônia Pellegrino foram algumas das convidadas. A atração musical ficou por conta da banda Liniker e os Caramelows, cuja a vocalista, Liniker, é uma mulher transexual. A escolha da produção foi motivo de críticas nas redes sociais.


"Que erro do Encontro convidar Liniker para cantar no Dia Internacional da Mulher. Tendo UM ZILHÃO de mulheres talentosas para representar", escreveu uma internauta no Twitter. "Eu continuo sem entender por que não chamam as mulheres para cantar. Ta cheio de artista mulher, tá cheio de cantora lésbica, inclusive, que ninguém dá voz. Pablo Vittar, Liniker e etc, representam muitas coisas, mas continuam sendo homens. Deem espaço para mulheres", digitou outra. "Aparentemente é muito ofensivo eu, mulher, não me sentir representada pelo Liniker", publicou mais uma.


Intérprete de por canções como Zero, Caeu e Remonta, a paulista de 22, é uma das principais vozes da militância LGBT dentro da atual MPB, ao lado do Johnny Hooker. Juntos, eles lançaram a música Flutua, que está no disco mais recente do pernambucano. Sua identidade de gênero é motivo de polêmica desde outubro de 2015, quando estourou com canções em vídeos no YouTube. Ela também esteje em outros programas da Globo, como o Amor & sexo, comandado por Fernanda Lima.

FONTE:http://www.diariodepernambuco.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.