Três dias após vice no Mineiro, Cruzeiro perde para Nacional-PAR nos pênaltis e está fora da Sul-Americana


Em três dias a temporada do Cruzeiro mudou completamente. Depois de um bom início e uma longa invencibilidade, a equipe foi eliminada na Sul-Americana nesta quarta-feira após ter perdido para o Nacional-PAR nos pênaltis, fora de casa, pela primeira rodada.

Depois de ter triunfado na ida por 2 a 1 em Belo Horizonte, o time celeste até saiu em vantagem no estádio Defensores del Chaco com Thiago Neves, mas sofreu a virada com Villagra e Adam Bareiro, resultado que forçou a decisão por penalidades.

Vale lembrar que a queda na competição continental veio três dias depois de a equipe mineira ter perdido a final do Campeonato Estadual para o rival Atlético-MG, com uma derrota por 2 a 1 no Independência.

Agora, o Cruzeiro se concentrará na estreia pelo Campeonato Brasileiro. A equipe comandada por Mano Menezes receberá o São Paulo no Mineirão, no domingo, às 16h (de Brasília).

Agora, o Cruzeiro se concentrará na estreia pelo Campeonato Brasileiro. A equipe comandada por Mano Menezes receberá o São Paulo no Mineirão, no domingo, às 16h (de Brasília).

O Cruzeiro foi para cima, criou chances e abriria o placar aos 11min. Diogo Barbosa dominou na esquerda, levantou na área, Santana errou feio no corte e a bola ficou para Thiago Neves, que completou para o fundo da rede.

O vacilo da defesa dos mandantes seria retribuído cinco minutos depois. Mayke dominou mal após cruzamento na área e deixou de graça para Villagra, que mandou para o alvo.

Na volta do intervalo, os brasileiros ficariam atrás no marcador graças a um novo vacilou. Aos 17min, Caicedo errou passe para Léo, e o time adversário seria letal. Núnez levantou, e Bareiro cabeceou sem chances para Rafael.

Se a situação do Cruzeiro já era difícil, ficou ainda mais aos 31min, quando Léo fez falta, recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Logo na sequência, Mano colocou Dedé na vaga de Ábila.

No restante do jogo houve poucos lances de emoção, e assim a decisão do classificado ficou para as penalidades. Rojas, Miranda, Dávalos marcaram para os paraguaios, enquanto Salgueiro mandou no travessão e Rodríguez chutou por cima. Do outro lado, somente Henrique e Hudson converteram. Fabrício acertou a trave, e Alisson e Arrascaeta pararam no goleiro, sendo que o uruguaio foi o responsável pela última cobrança.

Fonte: ESPN

Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by OddThemes & Distributed by Blogger Templates