Daniel Alves brilha de novo, Juve vence Monaco de novo e vai à final da Champions pela 2ª vez em 3 anos


Duas assistências no jogo de ida e uma atuação impecável na volta. Com Daniel Alves em protagonista mais uma vez, a Juventus carimbou o passaporte para Cardiff, no País de Gales, e jogará a decisão da Uefa Champions League pela segunda vez em três anos.

Um dos destaques na vitória sobre o Monaco por 2 a 0 na França, na semana passada, o brasileiro foi peça chave outra vez para que a equipe vencesse o adversário por 2 a 1, nesta terça-feira, pelo segundo jogo da semifinal.

O lateral direito participou do lance do gol de Mandzukic, que abriu o placar no Juventus Stadium, em Turim, e ainda faria um golaço para ampliar a vantagem antes do intervalo. Na etapa final, Mbappé fez o gol de honra do time do Principado.

Com a classificação assegurada no placar agregado de 4 a 1, a Juventus participará da final do principal torneio de clubes pela nona vez em sua história e buscará sua terceira taça, tendo sido campeã em 1985 e 1996. Sua última participação na decisão ocorreu em 2015, quando perdeu para o Barcelona por 3 a 1 em Berlim.

Em 2017, o adversário da Velha Senhora será o vencedor entre Real Madrid e Atlético de Madri, que farão o segundo jogo da semi nesta quarta, depois de o Real ter aberto uma vantagem de 3 a 0 em casa.

Agora, Juventus e Monaco voltarão a campo no domingo, quando poderão ser campeões nacionais. A equipe italiana visitará a Roma às 15h45 (de Brasília) precisando de um empate para o quinto título seguido. Já às 16h, o time francês receberá o Lille e ficará com a taça se somar mais pontos do que o Paris Saint-Germain na rodada.

Dono de um ataque potente e precisando de pelo menos dois gols, o Monaco foi para cima e assustou logo nos primeiros minutos quando Mbappé acertou a trave, mas o impedimento foi marcado no lance. A Juve, por sua vez, se defendia com sucesso e ainda apresentou sua habitual eficiência para ampliar ainda mais a vantagem, apesar de o adversário ter criado mais oportunidades.

Aos 30min, os torcedores no Juventus Stadium foram agraciados com uma jogada coletiva do mais alto nível. Em uma bola que saiu da mão de Buffon, Alex Sandro, na esquerda, viu o seu passe ser seguido por outros e acabar na direita, nos pés de Daniel Alves, que cruzou na medida. Mandzukic parou em Subasic após um cabeceio forte e aproveitou o rebote para estufar a rede.

Os franceses seguiram ofensivos depois do gol, e a Juventus seguiu eficiente. Higuaín até marcaria, mas o lance não valeu por impedimento. Aos 45min, não teria jeito. Subasic tirou de soco um levantamento na área, Daniel Alves aproveitou a sobra e emendou um chutaço de primeira para fazer um belíssimo gol.

A única nota negativa para a Juve na etapa inicial foi a lesão de Khedira, que sentiu a coxa e precisou ser substituído por Marchisio aos 10min.


Na volta do intervalo, o Monaco precisava de quatro gols diante da equipe que só havia sofrido dois em toda a competição. A equipe visitante até manteve a postura ofensiva, mas a Juve administrou a vantagem de forma muito bem-sucedida, ainda que tenha sofrido um gol. Aos 24min, João Moutinho fez passe da linha de fundo, e Mbappé se antecipou para marcar pela sexta vez na Champions.

O gol, porém, foi apenas de honra para um dos ataques mais letais da Europa, que viu uma das melhores defesas do mundo se sobressair. A Juventus vai para Cardiff.

Fonte: ESPN

Share this:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by OddThemes & Distributed by Blogger Templates