Header Ads

Header ADS

Bancos não terão expediente interno nessa sexta-feira dia 28.

Foto: Cofemac

Devido ao feriado de 1º de maio, na segunda-feira, as agências fecham na quinta e só voltam a funcionar na terça-feira dia 2.
Em assembleia realizada pela categoria os bancários da Paraíba aprovaram, por unanimidade, a adesão da categoria à Greve Geral de 28 de abril - sexta-feira, convocada pelas centrais sindicais, federações, a Frente Brasil Popular e a Frente Povo sem Medo. A Greve Geral é contra as reformas trabalhista e previdenciária, a terceirização irrestrita, a reestruturação e o desmonte dos bancos públicos.
Bastante participativa, a assembleia congregou dirigentes e delegados sindicais, bancários comprometidos com a luta da categoria e representantes de outros sindicatos de trabalhadores, que vieram reforçar a mobilização rumo à Greve Geral do dia 28 de abril.
O presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcelo Alves, alertou que a adesão à greve geral é a única forma de tentar barrar os retrocessos promovidos pelo governo ilegítimo e golpista de Michel Temer.
“Estamos nos preparando para fazermos uma das maiores greves já protagonizadas pela classe trabalhadora. Essa luta é geral e vem sendo construída com muita mobilização para que, através da pressão, possamos barrar esse retrocesso histórico, que compromete o emprego, a aposentadoria e o futuro dos nossos filhos e netos. A hora é agora; as bancárias e os bancários não aceitam nenhum direito a menos!”, concluiu Marcelo Alves.
Assessoria

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.