Três veículos roubados recuperados e outro retido com documento falso pela PRF


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou três veículos roubados e reteve um outro com o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) falso, no dia de ontem (15). As ocorrências foram registradas nos municípios paraibanos de Sumé, Uiraúna, Monteiro e Campina Grande. Nestes dois últimos, a Polícia Militar (PM) e a Polícia Civil integraram as ações.

Um BMW X1 foi recuperado na cidade de Sumé, Sertão do Estado, após uma abordagem na BR 412. O carro estava com placas do município de Caraguatatuba (SP). Mas após uma inspeção mais aprofundada os agentes da PRF constataram que havia vários sinais de adulterações nas partes identificadoras, como chassi, entre outras; e que as placas eram falsas (frias). O veículo tinha uma queixa de roubo no sistema de consultas e suas placas originais são de Santos (SP). O motorista foi detido e responderá pelo crime de receptação.

Já em Uiraúna, também no Sertão, a PRF abordou no quilômetro 4 da BR 404 um GM Astra com placas de São Paulo. O motorista não tinha carteira de motorista (CNH) e apresentou apenas o CRLV. No entanto, após uma checagem no documento os agentes constataram que o mesmo era adulterado. Na verdade, o fato é que o documento original foi apreendido em uma fiscalização em São Paulo, mas o proprietário conseguiu ilicitamente um CRLV verdadeiro em branco (espelho), para que o mesmo fosse preenchido com os dados do seu veículo, sem, no entanto, regularizar a situação do carro. Os policiais descobriram ainda que o documento em branco fazia parte de um lote furtado do Detran (SP). O suspeito foi conduzido para a Polícia Civil pelo crime de uso de documento público falso.  

INTEGRAÇÃO - Dentro de uma operação de combate ao crime, realizada em conjunto entre a PRF, Polícia Militar da Paraíba e Polícia Civil, dois outros veículos roubados foram recuperados neste último sábado. Os policiais abordaram o Toyota Hilux SW4 com placas de Maceió (AL), na cidade de Monteiro, localizada no Sertão. Durante a vistoria foram descobertos que os dois documentos do carro (CRLV) eram falsificados e que a Hilux apresentava vários indícios de adulteração no locais de identificação. Quando feita uma consulta no sistema de informações os agentes confirmaram que o veículo era um clone (roubado), que, no caso, usava placas de um outro similar e em circulação legalizada. A pessoa suspeita foi levada para a Polícia Civil, onde responderá pelos crimes de receptação e uso de documento falso. Em outra ação integrada, agora em Campina Grande, os policiais prenderam um suspeito de 34 anos com um GM Montana roubado. A equipe encontrou adulterações no chassi e em outros pontos de identificação do veículo. O Montana estava com placas de São Paulo, mas as verdadeiras são da Paraíba. O homem ainda tinha contra si um mandado de prisão, expedido pela Comarca de Alhandra (PB).

REBITE – E para fechar o sábado, uma equipe de agentes da PRF na BR 230, em Cajazeiras, Sertão da Paraíba, flagrou um caminhoneiro com comprimidos de anfetamina, mais especificamente, Nobésio Forte. Este medicamento contém como princípio ativo a substância CLOBENZOREX, que é de uso controlado no Brasil, de acordo com uma Portaria do Ministério da Saúde. Ele está na lista de substâncias psicotrópicas. Ainda assim, o medicamento Nobésio Forte não possui registro válido na Agência nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e tem sua comercialização proibida. O condutor informou que as anfetaminas eram suas e que tinha conhecimento do caráter ilícito das mesmas, bem como dos danos causados à saúde pelo uso da droga. Ele disse ainda que usa a substância durante as suas viagens com o intuito de permanecer acordado e dirigir por mais tempo. O motorista assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), tendo se comprometido a comparecer em juízo para as providências legais cabíveis quando for intimado, pelo consumo e porte de drogas. 

Fonte: RepórterPB

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias