Ricardo desconversa sobre escolha de sucessor para 2018: “Não sei quem sai na frente”

O governador Ricardo Coutinho (PSB) disse que ainda não começou a pensar nas articulações para as eleições de 2018, quando vai precisar encontrar um substituto para a disputa ao governo do estado. O socialista avaliou que “é preciso ter cuidado para não se fazer as coisas às pressas” e o povo termine pagando um preço alto.


Questionado sobre a indicação do deputado Gervásio Maia (PSB) para o cargo, Ricardo desconversou. “Não sei quem sai na frente. Não tenho essa análise nesse momento. Nunca me programei por mais de um ano em nenhuma eleição que disputei”, frisou.

O gestor também fez uma análise sobre a situação do PSB no estado e destacou que a legenda manteve sua ideologia apesar dos recentes momentos políticos enfrentados no Brasil. “É preciso reconhecer a conjuntura que o país vivencia. Isso que saiu das urnas não é o Brasil real, é um país profundamente conservador que não é Brasil – que é uma país de centro-esquerda -, mas que foi motivado pela crise ética e pela descrença da política e da falta da sonhos”.

Na avaliação do governador, a esquerda só obteve vitórias aonde aderiu à pauta conservadora. “Aonde não aderiu, como na Paraíba – e nem vai aderir, pois é uma questão de história de vida e crença – nós tivemos dificuldades, mas isso é uma realidade momentânea”.

Fonte: Blog do Gordinho

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias