No Dia das Crianças, papa Francisco exalta luta contra trabalho infantil


Durante missa solene em homenagem à Padroeira do Brasil, no Santuário Nacional, na manhã desta quarta-feira (12), em Aparecida, o cardeal arcebispo dom Raymundo Damasceno, leu mensagem em que o papa Francisco exalta a luta da Igreja Católica contra a exploração do trabalho infantil.

“As crianças são um sinal. Sinal de esperança, sinal de vida, mas também sinal de 'diagnóstico' para compreender o estado de saúde de uma família, de uma sociedade, do mundo inteiro. Quando as crianças são acolhidas, amadas, protegidas, tuteladas, a família é sadia, a sociedade melhora, o mundo é mais humano”, afirmou ao destacar as ações para erradicar o trabalho infantil, desenvolvidas em parceria com os tribunais regionais do Trabalho e Ministério Público do Estado de São Paulo.

Na mensagem, o papa Francisco também afirmou que guarda a “grata lembrança” da inauguração do monumento dedicado à Nossa Senhora Aparecida nos Jardins do Vaticano.

Em sua homilia, dom Damasceno observou que as festividades em homenagem à Nossa Senhora Aparecida marcam o início de uma série de atividades relacionadas aos 300 anos do encontro da imagem da santa por três pescadores no Rio Paraíba do Sul, em outubro de 1717.

Ao final da missa, foi lançada uma moeda especial para colecionadores. Foram confeccionadas 10 mil moedas em bronze, mil em prata e 300 na cor dourada. O governador Geraldo Alckmin, entre outras autoridades, acompanhou a celebração.

O Santuário Nacional, que é o maior templo mariano do mundo, com capacidade para 35 mil pessoas, estava completamente lotado. Também havia muitos devotos acompanhando a cerimônia do lado de fora. A previsão de que hoje 160 mil fiéis passem por Aparecida.

Fonte: Último Segundo 

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias