Na Paraíba: CPI da Telefonia Móvel anuncia convocação da direção da Claro

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Telefonia Móvel, da Assembleia Legislativa da Paraíba, vai convocar a direção da operadora Claro, para tentar uma conciliação objetivando a assinatura de um Termo de Compromisso visando mais investimentos que proporcionem melhorias nos serviços ofertados aos paraibanos.
A decisão foi tomada na reunião da CPI da Telefonia nesta terça-feira, no Plenário Deputado José Mariz. O presidente da CPI, João Gonçalves, informa que o presidente da Claro vai ser convocado para uma acareação com o dirigente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e dois engenheiros da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).
João Gonçalves destacou ainda que, entre as operadores de telefonia móvel, a Claro é a única que ainda não firmou Termo de Compromisso com a Assembleia Legislativa da Paraíba, através da CPI da Telefonia.
Gonçalves anunciou que a partir de agora a CPI da Telefonia vai começar agora a visitar municípios de todas as regiões do Estado para inspecionar se os serviços das operadoras TIM, OI e VIVO, ofertados nos respectivos Termos de Compromisso, de fato estão funcionando. “Nós teremos mais de cinco mil escolas públicas urbanas e rurais para saber se o sinal da internet banda larga está de fato funcionando, com novos sinais e melhoria dos serviços”, destacou João Gonçalves.
Na reunião desta terça-feira, que também teve a participação da vice-presidente da CPI, deputada Camila Toscano e do integrante Jandhuy Carneiro, o relator da Comissão, deputado João Bosco Carneiro apresentou minuta da Cartilha de Orientação ao Consumidor, elaborada pela TIM. Com alguns ajustes solicitados por João Gonçalves, a publicação foi aprovada. Serão 15 mil exemplares. A distribuição vai ser feita pela CPI da Telefonia.
João Bosco Carneiro explicou os objetivos da cartilha. “Informar o consumidor de telefonia móvel sobre seus principais direitos. A CPI vai fazer a distribuição da cartilha principalmente em escolas públicas estaduais e municipais, bibliotecas, órgãos de proteção ao consumidor. Enfim, o objetivo é divulgar o máximo os direitos que os consumidores têm em relação aos serviços de telefonia móvel”. Outras ações sociais estão sendo providenciadas pela OI e VIVO.
F: Uiraúna.Net

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias