Gobira anuncia que vai deixar PSOL e diz que após carnaval divulgará nova legenda


O ex-candidato a prefeito de Cajazeiras, Antônio Gobira, anunciou que está deixando o PSOL – partido pelo qual já disputou também uma eleição a deputado federal – para se filiar a outra legenda e provavelmente tentar uma vaga na Câmara Federal pela segunda vez, agora com mais apoios políticos. Para tanto, Gobira já está com viagem marcada à capital João Pessoa, onde terá conversas com lideranças políticas.

Gobira afirmou que deixará o PSOL sem mágoas e revela que já recebeu convites de grupos políticos da capital. “Não tenho mágoas de ninguém, nem rancor. São pessoas de bem que estão dentro do partido. Após o carnaval, daqui a seis meses estou viajando a João Pessoa, onde vou conversar com alguns políticos que já convidaram e ligaram para mim”.

O sapateiro garante que apesar de estar se aliando a outras lideranças políticas, vai permanecer fazendo oposição em um partido de esquerda. Seu objetivo é conquistar pelo menos 60 mil votos para se eleger.

“Estamos conversando e reunindo com grupos de pessoas que vai comandar minha campanha como deputado federal ou estadual. E a gente vai seguir se reunindo e tomar um rumo bem feito para que a sociedade saiba que com 60 mil ou 50 mil eu esteja eleito deputado federal”. Disse ele.

Gobira revelou que sua votação, 1.290 não foi a esperada pelo partido, mas disse respeitar a decisão do povo cajazeirense e anunciou que continuará fazendo oposição ao governo municipal em 2017.

Proposta
O ex-candidato revelou que o prefeito eleito, José Aldemir lhe propôs desistência da candidatura, para apoiar o projeto da oposição liderada pelo deputado, mas recusou o convite. “Fui procurado pelo deputado, perguntando se haveria possibilidade de subir no seu palanque e desistir da campanha, disse não deputado, eu não sou homem para isso, eu vou até o final”.

Novo
Ele disse que decidir após o carnaval qual a legenda vai escolher, mas adiantou que recebeu convites de senador, deputado federal, estadual e prefeitos ofertando novas legendas.

E Zé?
Sobre a vitória de Zé Aldemir nas urnas, ele apenas disse que respeita a soberania do povo e declarou que não foi surpresa, pois o grupo liderado por Carlos Antonio estava há muito tempo no poder e merecia sair. “Um grupo não pode permanecer muito tempo no poder porque isso é ruim para a democracia, eu acho que foi na hora e o povo decidiu, então se o povo decidiu a gente vai respeitar a decisão”. Declarou

Fonte: Diário do Sertão

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias