Polícia prende cestas básicas e 'santinhos' de candidato na PB

Cestas básicas com “santinho” de candidato a vereador da cidade de Bayeux, na Grande João Pessoa, foram encontradas pela Polícia Civil durante uma operação de combate ao tráfico de drogas e roubos que resultou na prisão de seis pessoas e apreensão de um adolescente. Segundo a delegada Júlia Valeska, da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), o material foi encontrado na casa de uma das suspeitas presa por tráfico e roubos que possivelmente trabalhava na campanha eleitoral.


Além das cestas básicas com o papel do político, uma lista com nome de eleitores da cidade foi achado na casa de uma outra suspeita, de acordo com a polícia. “A nossa operação era para cumprir mandados de prisão por tráfico, roubos e homicídios na região da Grande João Pessoa, mas na ação acabamos encontrando as cestas e uma lista com nome de eleitores”, explicou a Júlia Valeska.
A delegada ainda informou que não estaria autorizada a citar o candidato pois a investigação do suposto crime eleitoral deve ser parte de um inquérito a parte do que resultou na prisão do grupo. A polícia cumpriu mandados de prisão preventiva em Bayeux na tarde de segunda e prendeu seis pessoas, além de apreender um adolescente. Com os suspeitos, foram recolhidos dois quilos de crack, 50 gramas de maconha e cerca de R$ 5,6 mil em dinheiro.
O líder do grupo já encontrava preso no complexo prisional de Jacarapé PB1. O presidiário responde no presídio pela morte de um policial civil em 2003. Os suspeitos detidos na ação e o material apreendido foram encaminhados para Central de Polícia, no bairro do Geisel, em João Pessoa.
“Todos os detidos apresentaram advogados e decidiram falar apenas em juízo. Eles devem passar pela audiência de custódia nesta terça-feira e depois serem encaminhados para a cadeia pública de Bayeux. Sobre o caso de suspeita de crime eleitoral, a polícia deve investigar”, concluiu a delegada da DRF.

G1

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias