MPPB processa secretária de Saúde por suposta perseguição política no sertão

O Ministério Público Eleitoral acionou judicialmente a diretora do Hospital Regional de Sousa, Apoliana Ferreira, e a secretária estadual da Saúde, Roberta Abath, por suposta perseguição política na instituição localizada na cidade sertaneja. A representação pede a aplicação de multa contra as gestoras e foi movida após a confirmação de que dois médicos foram demitidos no período pré-eleitoral, com fortes indícios de perseguição política.
O promotor de Justiça da 35ª Zona Eleitoral, Samuel Miranda Colares, revelou que as investigações sobre as causas das demissões de Antônio da Rocha Formiga Neto e Sonally Yasnara Sarmento Medeiros foram instauradas no mês de agosto. Os dois foram exonerados no início de julho. A médica é irmã do candidato a vice-prefeito de Sousa, Ênio Medeiros (PMDB). Já o médico é filho do candidato a vereador, Júnior Sarmento (Júnior Cotó, também do PMDB).

De acordo com o MPE, a disputa eleitoral entre os candidatos a prefeito André Gadelha (PMDB) e Fábio Tyrone (PSB) poderia ter motivado as exonerações. A análise análise inicial mostrou que não foram abertos procedimentos administrativos, com motivos justificáveis ou faltas graves para que os dois fossem demitidos no período dos três meses que antecedem as eleições.
Em depoimento ao Ministério Público, a diretora do hospital, Apoliana Ferreira, disse que a demissão do médico foi motivada pela cobrança que ele fez dos valores de plantões. Quanto à médica, a diretora alegou que a exoneração aconteceu por causa de várias reclamações contra a profissional na Ouvidoria do hospital, por faltas ao trabalho durante mais de um ano. A diretora entregou relatórios ao Ministério Público com reclamações contra a médica, feitas quatro meses antes da demissão. Os afastamentos, segundo o hospital, se deram por motivos meramente administrativos e técnicos.
Fonte: Blog do Suetoni

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias