Depois de violarem túmulo da mãe, incêndio criminoso atinge propriedade do pai da candidata a prefeita de Serra Grande


Militantes da candidata a prefeita do município de Serra Grande no Vale do Piancó, Eliana Nunes (PSB), estão preocupados com a onda de vandalismo contra eleitores ou familiares da postulante socialista, nas últimas semanas. Segundo relatos passados ao portal Radar Sertanejo, já foram quatro atos suspeitos de vandalismo.

O primeiro caso ocorreu quando um eleitor ligado ao grupo girassol teve um automóvel riscado com uma pedra, no dia 4 de setembro, no sítio Saco.

No segundo atentado, o caso poderia ter provocado consequências mais graves, quando uma horta foi envenenada. Os autores do crime ainda são desconhecidos.

O terceiro caso é revoltante. Vândalos quebraram o túmulo onde estão os restos mortais da ex-primeira-dama do município e mãe da candidata a prefeita da coligação “Novo Tempo, Grandes Conquistas”, Eliana Nunes.

Como se não bastasse, na noite desse sábado (17), por volta das 21h30, um incêndio provavelmente criminoso, foi registrado em uma área rural no Sítio Moconha, zona rural do município, na propriedade do ex-prefeito Ermeto Nunes da Silva, pai da candidata a prefeita.

Militantes e um candidato a vereador relataram que no momento do incêndio ocorria uma concentração de ‘eleitores girassolenses’ na praça, localizada em frente ao comitê de campanha da candidata do PSB. Quando chegou a notícia a maioria das pessoas saíram correndo para o local do incêndio, onde formaram um mutirão para combater as chamas.

F: Angelo Lima

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias