Pré-candidatos cobram resolução para problema da barreira do Cabo Branco de JP


Os pré-candidatos a prefeito de João Pessoa comentaram sobre o problema de degradação da Barreira do Cabo Branco, o ponto mais oriental das América, e cobram das gestões públicas resolução para conter a erosão no local. Eles também criticaram a Prefeitura de João Pessoa e o Governo do Estado pela falta de intervenções resolutivas no local.
Para a pré-candidata do PSB, Cida Ramos, o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) falhou ao não dar prioridade ao patrimônio da cidade. “Temos um patrimônio como é esse da barreira do Cabo Branco e o prefeito passe quatro anos para dizer que não fez. É como se ele dissesse que não tem nada a ver, como se estivesse a parte dessa realidade e joga a responsabilidade para um órgão do Estado. Se prefeita fosse e tivesse uma situação dessa já teria tomado providência”, disse.
O deputado federal Manoel Júnior, pré-candidato do PMDB, culpou o governador Ricardo Coutinho e Cartaxo pela degradação do espaço. “infelizmente no período que esteve como prefeito o atual governador, nada fez. E agora a atual administração também nada fez com relação à obra de contenção que é o ponto mais lembrado mundialmente, o ponto mais oriental das Américas. Infelizmente administrar é eleger prioridades, nem o governador priorizou, nem a atual administração”, criticou.
O também deputado federal e pré-candidato pelo PTB, Wilson Filho, criticou as duas gestões e afirmou que é necessário eleger prioridades para administrar a cidade. “O prefeito Luciano Agra fez o projeto à obra já estava para ser licitada, ele entregou ao prefeito atual Luciano Cartaxo tudo redondo e infelizmente estamos há quatro anos dessa atual gestão em que o projeto de Agra foi rasgado e outro projeto foi feito e ai esse embate. Eu no meu ver acho que essa é uma responsabilidade plena da Prefeitura  de João Pessoa. Administrar é elencar prioridades”, afirmou.
Já o pré-candidato do PT, Charliton Machado, entende que o problema na barreira do é resultado de erros históricos das antigas gestões e defende a preservação ambiental do local. “Primeiro que é um erro histórico na barreira do Cabo Branco com excesso de construções, ela sempre foi colocada como um problema menor, que precisaria de intervenções há 20 anos, que não aconteceram e que hoje estamos pagando pelos erros das gestões. Na nossa opinião aquela área tem que ser preservada e rever aquele espaço como de trânsito e ocupação”, ponderou.
Por fim, o pré-candidato do PSOL, Victor Hugo, também opinou sobre a questão. Para ele, governo e prefeituras precisam trabalhar juntos em prol de uma solução para o local. “Esta faltando uma vontade política não só da prefeitura, mas também do Governo do Estado e acabam não dialogando. Há recursos que dependem da Prefeitura e outros do Governo do Estado e até do Governo Federal”, disse.
blog do gordinho

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias