Morre Rubén Aguirre Fuentes, o professor Girafales, aos 82 anos

O ator Rubén Aguirre, famoso e que se tornou ícone da cultura infato-juvenil ao interpretar o Professor Girafales no seriado mexicano Chaves, morreu na manhã desta sexta-feira, aos 82 anos. Rubén nasceu no dia 15 de junho de 1934, na cidade de Saltillo, no México. Ele era formado em engenharia agrônoma e começou a carreira artística como locutor de rádio e TV. No Facebook, o seu perfil informa que, desde 1976, ele fazia apresentações em circos interpretando o Professor Girafales. Aguirre era casado desde 1960 e deixa sete filhos.


O falecimento foi confirmado por Edgar Vivar, amigo e colega de elenco que interpretou o Senhor Barriga no programa. Através do Twitter, ele disse: "Meu professor favorito descansa em paz... Hoje meu grande amigo Rubén Aguirre parte para outro plano. Sentirei saudades". Até o momento, não há informação sobre a causa da morte.
No início deste mês, os parentes de Aguirre disseram que ele estava com problemas de locomoção, devido ao avanço da doença. No ano passado, ele próprio divulgou uma carta para contar aos fãs que estava muito doente.
Em menos de uma hora, o comentário já recebeu quase 1000 reproduções na rede social. Segundo familiares, Aguirre sofria de uma série de problemas de saúde, como diabetes e cálculos na vesícula. Depois de um acidente de carro sofrido em 2007, ele precisou abandonar os palcos para cuidar da sua saúde.
"Tenho 81 anos e, repito, tenho sérios problemas de saúde. Que essa carta sirva para mostrar a responsabilidade da Associação Nacional de Atores pelo detrimento da minha saúde e da minha esposa, e as consequências de desatenção. Apelo, uma vez mais, à consciência de algum defensor social que me apoie em minha luta para fazer valer esse direito básico", pediu.
Intitulado "E agora, quem poderá me defender?", bordão que era referência ao personagem Chapolin, o texto reivindicava assistência médica da Associação Nacional de Atores do México (Anda). Aguirre também tinha sido hospitalizado por causa de problemas na coluna, em 2015. No ano anterior, um quadro de desidratação e anemia foi responsável por deixa-lo hospitalizado por alguns dias no México. Arturo, um de seus filhos, informou que Aguirre tomava medicamentos há 20 anos tomava para controlar doenças renais e diabetes.

Repercussão

Tão logo a notícia da morte de Rubén Aguirre foi confirmada, vários artistas, além de milhares de pessoas, usaram as redes sociais para externar solidariedade e demonstrar carinho pelo ator mexicano.
A apresentadora Sônia Abrão usou o Instagram e o Twitter para publicar um vídeo em homenagem ao artistas. "O último reencontro de Rubén Aguirre e Florinda Meza - Professor Girafales e dona Florinda - há poucos meses, no Malecón de Puerto Vallarta, no México. Já com a saúde debilitada e em cadeira de rodas, foi recebido ao som do tema do seriado 'Chaves' tocado por um grupo de mariachi. Pura emoção! Adeus Professor 'linguiça'!", escreveu.
No Twitter, logo no início da manhã a morte do ator ficou em segundo lugar entre os 'trending topics', os assuntos mais comentados do momento, com cerca de 16,7 mil twittes em pouco mais de uma hora. Com o título de "Professor Girafales", o assunto está sendo amplamente repercutido. Mensagens como "Eterno!", "Descanse em paz, Professor Girafales. Muito obrigado por ter feito parte da minha infância" e "Que Deus conforte toda sua família" foram umas das mais postadas.
Carreira 
O primeiro trabalho de Rubén Aguirre com Roberto Gomez Bolaños, o Chaves, ocorreu no final da década de 1960, no programa "El Ciudadano Gómez". Na época, o diretor do canal pediu ao então funcionário que escolhesse entre as duas funções e ele optou pela carreira de ator. reconhecimento mundial veio no programa Chaves, interpretando o professor Girafales, eterno apaixonado e que sempre levava flores para Dona Florinda. Seu bordão, "Ta, ta, ta, ta, ta", quando se irritava, ficou gravado na memória dos admiradores do programa.
Anos mais tarde, com o fim de Chaves, Aguirre seguiu fazendo participações no programa Chespirito, às vezes como Girafales e outras em esquetes como Los Caquitos, em que vivia o amoroso Sargento Refúgio. Ficou até o fim definitivo do programa em 1995. Rubén também produziu o programa Aqui esta la Chilindrina, cujo foco principal era a personagem Chiquinha do antigo programa.
Além da atuação na TV, o ator também era proprietário de um circo chamado El Circo del Professor Jirafales, em que também fazia apresentações como o personagem. A atração chegou a visitar o Brasil para algumas apresentações nos anos 80.
professor-giraf-002
Biografia
Depois de anos de atuação nas artes, Rubén Aguirre publicou, em 2015, sua biografia, chamadaDespués de usted (Depois de você), em que contava sua história e registrou sua gratidão a Roberto Bolaños.
Em entrevista ao jornal mexicano "Basta", o ator contou que começou a escrever a obra de próprio punho em março de 2014 e terminou em novembro, pouco antes da morte de Roberto Bolaños. O epílogo do livro foi dedicado a Bolaños.
O livro também abordou alguns trechos sobre María Antonieta de las Nieves, a Chiquinha, mas quase foram retirados da publicação. “Fiquei tentado a apagar muitas linhas, porque são fortes. Mas, ao final, deixei-as”, disse.
O objetivo, segundo Rubén, era dar argumentos para que os fãs tirassem as próprias conclusões sobre a briga judicial envolvendo a atriz e Bolaños, em relação aos direitos da personagem: “Abordarei o tema dos ciúmes, as disputas entre os advogados... Agora prefiro não falar mais para que quem ler o livro, através do texto, conheça a verdade de tudo que se passou e tenha a própria opinião. Tudo vai estar no livro”, completou.
Nesta entrevista, Aguirre também falou sobre a última conversa que teve com Bolanõs. “Recordo a última vez que conversamos. Foi ao telefone e disse: ‘Roberto, se existe alguma coisa que eu possa fazer por ti, diga-me’, questionou. Ele respondeu: ‘Você já está fazendo ao me ligar’”, escreveu.

Terra

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias