Santa Cruz empata com o Campinense e conquista a Copa do Nordeste

Campinense e Santa Cruz decidiram a Copa do Nordeste na tarde deste domingo (01), no estádio Amigão, em Campina Grande. Com uma grande festa das duas torcidas, o dois times brigaram até o fim, mas o empate por 1 a 1 garantiu o primeiro título da competição regional ao tricolor pernambucano.


Os dois times começaram a partida com visível nervosismo. A bola queimava nos pés dos jogadores, e entre muitas disputas no meio campo, ninguém conseguia chegar ao gol adversário.
O Santa Cruz abriu seus trabalhos no jogo perdendo uma chance inacreditável. Aos 26 minutos Arthur avançou pela direita, ganhou dos defensores na velocidade e tocou para Grafite, que apareceu livre na marca do pênalti e só tinha Glédson pela frente, mas o experiente atacante isolou a chance de marcar o primeiro gol da partida, no único lance de perigo da primeira etapa.
No início do segundo tempo o Santa assustou mais uma vez. Grafite encontrou Arthur livre pela direita já aos 2 minutos. O atacante invadiu a área e chutou cruzado. A bola balançou a rede, a torcida do Santa gritou gol, mas a bola foi pelo lado de fora.
Mas quem marcou foi a Raposa. Aos 25 minutos, após disputa de bola na meia lua da grande área, a bola sobrou para Rodrigão, e o artilheiro da Copa do Nordeste tocou no canto esquerdo de Tiago Cardoso para marcar seu nono gol na competição e colocar o Campinense na frente do placar.
Porém, o tricolor nao estava morto. Aos 33 minutos, após bate-rebate na pequena área, a bola sobrou para Arthur, que chutou de pé direito e estufou a rede de Gledson, empatando o jogo no Amigão.
O Campinense buscou o gol que levaria a partida para os pênaltis até o fim, mas o Santa Cruz conseguiu se fechar e segurar o 1 a 1, que garantiu seu primeiro título de Copa do Nordeste.

Voz da Torcida

Campinense 1 x 1 Santa Cruz (Agregado 2 x 3)
Copa do Nordeste 2016 – final
Estádio: Amigão (Campina Grande)
Arbitragem: Jailson Macedo de Freitas (BA); Alessandro Rocha Matos (BA), José Carlos Oliveira (BA)
Gols: Rodrigão (CC); Arthur (SCFC)
Cartões amarelos: Magno (CC); Arthur, Tiago Cardoso, Bruno Morais (SCFC)
Campinense: Gledson, Negretti, Joécio, Tiago Sala, Danilo; Fernando Pires, Magno, Jussimar (Thiago Pedra), Roger Gaúcho (Adalgísio Pitbull); Raul (Filipe Ramon), Rodrigão. Técnico: Francisco Diá
Santa Cruz: Tiago Cardoso, Vitor (Bruno Morais), Neris, Danny Morais, Tiago Costa; Uillian Correia, Leandrinho (João Paulo), Lelê (Wellington Cezar); Arthur, Keno, Grafite. Técnico: Milton Mendes.

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias