Câmara Municipal realizou ontem sessão especial com a categoria dos moto-taxistas de Cajazeiras.


A Câmara Municipal de Cajazeiras realizou na tarde-noite desta terça feira (10) uma sessão especial, para debater a situação dos moto-taxistas da cidade, que há muito tempo, vêm reclamando de algumas dificuldades para exercer a profissão que, hoje se destaca como uma das maiores fontes de emprego e renda da cidade.

A reunião que foi uma propositura do vereador Jucinério Félix, contou com grande participação da categoria que, esteve representada na mesa pelos presidentes do SINDIMOTO (Sindicato dos Moto-taxistas de Cajazeiras) Totonho Cartaxo e, pelo presidente da AMTMCZ (Associação dos Moto-taxistas e Motoqueiros de Cajazeiras) Agostinho Filho.

Também se fizeram presentes à sessão, o secretário de articulação política do município Rogério Lopes que, na oportunidade, representou a prefeita Denise Albuquerque. Também estiveram presentes, o superintendente da SCTRANS (Superintendência de Trânsito de Cajazeiras) Adelson Batista, além do comandante da 5ª Companhia de Trânsito capitão Segundo.

O propositor da sessão Juicnério Félix em sua argumentação, destacou a importância da reunião e, lamentou a ausência da prefeita municipal, acrescentando que nos principais debates daquela casa a gestora não tem comparecido, apenas enviado representante.

No decorrer da discussão, os representantes dos moto-taxistas expuseram todas os problemas que a categoria vem enfrentando nos últimos tempos, como: falta de estrutura dos postos que ficam expostos ao sol e chuva, taxas muito caras, tanto na prefeitura como na SCTRANS, motoqueiros trabalhando de forma clandestina, mudança constante de colete e os preços alto dos mesmos, como também, moto-taxistas circulando com motos e habilitações atrasadas, o que não é bom para a categoria, argumentaram.

Outro ponto que foi bastante questionado pelos moto-taxistas foi os tachões implantados pela SCTRANS em vários pontos da cidade que, segundo ele, tem causado prejuízos, uma vez que são constantes o corte de pneus, devido o equipamento de segurança, ao qual, fizeram questão de destacar, é proibido pelo CONTRAN.

O superintendente da SCTRANS Adelson Batista, fez uso da palavra e prometeu sentar com a categoria para buscar soluções para as principais solicitações.

Informações Blog do Furão

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias