Antiga escola em Sousa está servindo para ponto de prostituição, uso de drogas e moradia de sem tetos, veja


Um problema de grandes proporções vem tomando conta de um dos pontos históricos da cidade de Sousa. Trata-se do colégio Comercial Cônego José Viana, antigo Colégio Batista Leite e Escola Comercial, que fica localizado no Centro de Sousa.

O educandário que há cerca de 15 anos está fechado, por conta de uma batalha judicial entre o estado e uma família Sousense que tomava conta da administração da escola, atualmente está em ruínas. Suas paredes, portas e janelas, vêm sendo destruídas por vândalos em baixo das vistas das autoridades, que não vêem tamanho crime contra o patrimônio público.


Quem passa pelas instalações da escola, presencia o que sobrou da estrutura física, que é tombada pelo patrimônio histórico. Matagal, lixo, pedaços de escombros para todos os lados dão uma ideia do que se transformou o lugar.

O local, que antes servia para educar, agora mais se parece com um mundo apocalíptico, que está servindo para pessoas usarem drogas, se prostituir, moradia de sem tetos e até pode servir de esconderijo para pessoas que cometem delitos pela cidade, o que dificulta o trabalho da polícia.

Em 1928 o lugar foi inaugurado pelo Governo, sendo a primeira instalação da escola Batista Leite. Em meados dos anos 60 a escola passou a ser chamado Colégio Comercial Cônego José Viana, o querido “Comercial”, e passou a ser administrada por uma família após o Governo do Estado ter cedido o mesmo, através de um convênio, em que a família não só administrava, mas também cobrava mensalidades dos alunos, ou seja... Uma Escola Particular, construída com o dinheiro público.

Em 2013 a Justiça concedeu uma liminar de reintegração de posse ao Governo do Estado que retomou o prédio, uma vez que circulava informações que representantes dessa família estariam pretendendo vender o prédio. Mas desde então a Secretaria de Educação do Estado não tomou nenhuma providência com intuito de recuperar a estrutura do prédio que faz parte do Patrimônio Histórico Sousense.

Por lá passaram vários Mestres, dentre eles, Dr. Thomaz Pires, Sales Facundo de lira, Joaquim Oliveira, Josefa Neumira Sarmento, Rubismar Farias de Albuquerque e vários outros.

Da Redação do sertão informado

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias