Lamentável: Corpo de carroceiro morto em Sousa fica boiado na água da chuva por falta de rabecão


O corpo do carroceiro Armando Dias de Sousa, conhecido como “Nego Armando”, assassinado na noite de ontem (20), por duas pessoas não identificadas, ficou boiando na água da chuva devido à demora ou falta do rabecão do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (NUMOL).

Conforme informações, o crime aconteceu Rua Dom Moisés Coelho, próximo ao Colégio Papa Paulo VI, por volta das 21h35 e até a meia-noite o corpo não tinha sido removido. Devido à chuva o corpo do carroceiro ficou exposto e boiando na água que escorria pela rua, fato este que revoltou os moradores do local que presenciaram o ocorrido.

Da Redação do Sertão informado

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias