Presa na operação Andaime, prefeita é expulsa do PSB.


Filiada desde novembro do ano passado ao PSB, a prefeita de Monte Horebe, Cláudia Dias, presa na última quinta-feira (18), pela Polícia Federal, foi expulsa da legenda pelo presidente estadual do partido, Edvaldo Rosas. Segundo ele, a decisão pela desfiliação da prefeita não precisou nem mesmo ser discutida internamente. “Ficha suja no PSB não fica”, declarou.

“Nós já afastamos a prefeita de Monte Horebe do partido. Ela se filiou à legenda em novembro e ao sabermos desta prisão, a primeira ação que tivemos foi essa. Ficha suja no partido não fica. Ela foi desfiliada sem nenhuma discussão”, afirmou Edvaldo Rosas. Cláudia Dias era do Democratas e, ao se filiar ao PSB, foi eleita também para assumir a presidência do diretório do partido no município.
Cláudia Dias teve prisão preventiva decretada acusada de participar de um esquema de fraude em licitações de obras e serviços de engenharia e desvio de recursos públicos. Após a prisão, ela foi encaminhada para a sede do Ministério Público Federal, em Cajazeiras. Ela estava no mandato por força de uma liminar, pois já tinha sido afastada do cargo outras duas vezes.
A prefeita foi a primeira dos 83 gestores municipais investigados pelo esquema de fraude. O presidente da Câmara Municipal de Monte Horebe já transmitiu o cargo de prefeito ao vice-prefeito, Luciano Pessoa Saraiva.

Assessoria/COFEMAC

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias