Direção de emissora volta atrás e aceita pedido de direito de resposta de Francisco Justino para responder Carlos Antônio


Havia sido negado o pedido de direito de resposta solicitado pelo delator Francisco Justino do Nascimento, que está envolvido como um dos principais membros do esquema denominado “Operação Andaime”, desencadeado pelas forças de segurança e órgãos de investigação; CGU, GAECO, MPPB e Polícia Federal - recentemente veiculado no quadro “Cadê o dinheiro que estava aqui” no Fantástico – da Rede Globo.

A princípio, à direção da Difusora Rádio Cajazeiras havia negado o pedido de direito de resposta ao construtor Francisco Justino, para responder às acusações do ex-prefeito de Cajazeiras, Carlos Antônio Araújo de Oliveira (DEM), que durante o programa Boca Quente II edição, que foi exibido em (15/02/2016) – fez questão, sob a emoção do momento, atribuir ao delator de “X9”, mau-caráter, bandido, ladrão e outros adjetivos pejorativos.

Sabendo dos seus direitos que são assegurados pela Constituição Federal, Francisco Justino – logrou êxito ao retornar mais uma vez e solicitar o seu direito de resposta.

Na oportunidade, Justino será beneficiado com escolta policial e a presença da Polícia Federal no momento em que estiver prestando a referida entrevista à Difusora Rádio Cajazeiras. A data será agendada de acordo com a disponibilidade de uma equipe de agentes, que deverá vir a Cajazeiras acompanhar Justino, para esta finalidade especificamente.

F: Folha VIP de Cajazeiras

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias