TCE deve julgar em breve contas de RC e presidente estranha “ameaças” de governador.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) deverá julgar tão logo retome as atividades plenárias no dia 27 de janeiro a prestação de contas relativa ao exercício de 2014 do governador Ricardo Coutinho (PSB).

O presidente da Corte, Arthur Cunha Lima, estranhou as declarações do governador Ricardo Coutinho (PSB) dando conta de ameaças, que estariam sendo sofridas pelo chefe do executivo estadual atribuídas ao TCE, numa suposta retaliação à criação de uma corte municipal.
Para o conselheiro, essa é uma preocupação que o governante não deveria ter, até porque, o Tribunal de Contas só pode ser ameaça concreta aos desonestos. “Os gestores probos e honestos não devem temer o TCE. Continuaremos a fazer nosso papel institucional, sem temer ameaças ou ouvir recados”, frisou Arthur.
O conselheiro Arthur Cunha Lima explicou que o Tribunal de Contas da Paraíba tem demonstrado, em sua existência, eficiência e independência nos julgamentos, inclusive, dissociando as questões processuais de posições administrativas. Ele referiu-se ao assunto para comentar sobre posições levadas a público pelo governador Ricardo Coutinho, no que diz respeito à criação do Tribunal de Contas dos Municípios. Para ele, esse é um debate que deve ser levado para o campo técnico e de viabilidade, inclusive com a participação da sociedade.
Em entrevista recente à imprensa, Ricardo Coutinho afirmou que se houver qualquer retaliação do TCE por conta da possível criação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), ele saberá ter a postura que se espera de um governador. Para ele, as ameaças não constroem uma boa relação entre os Poderes.
Blog do Gordinho

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias