Raimundo Lira e Rômulo Gouveia vão à direção do Banco do Brasil solicitar o não fechamento de agências na Paraíba.


O Senador Raimundo Lira (PMDB-PB) e o Deputado Federal Rômulo Gouveia (PSD-PB) estiveram na tarde desta quarta-feira (20) em reunião com diretores do Banco do Brasil, em Brasília. Eles foram solicitar à direção da instituição o não fechamento de três pontos de atendimento, nas cidades de Cabaceiras, Mogeiro e Serraria, conforme o próprio Banco do Brasil havia anunciado na semana passada.



Na reunião, Raimundo Lira também estava representando o senador José Maranhão (PMDB-PB), que não pôde comparecer. Lira e Rômulo Gouveia foram recebidos pelos vice-presidentes Paulo Roberto Ricci e Geraldo Dezena (este último, inclusive, já foi superintendente do BB na Paraíba); e pelo diretor José Carlos Reis.



Os dois parlamentares fizeram uma explanação sobre a importância das agências para as três cidades e para o estado, como um todo. “O problema é pequeno para o Banco do Brasil, mas imenso para os municípios de Cabeceiras Mogeiro e Serraria”, disse Raimundo Lira, durante o encontro.



Eles solicitaram que o Banco do Brasil repensasse a decisão de fechar as agências, considerando a necessidade da permanência dos postos nas três cidades, onde são atendidas, em média, cerca de 20 mil pessoas; e, também, a importância da presença da instituição nas localidades, pois elas contribuem para o fortalecimento da economia no interior do estado.



O prefeito da cidade de Cabaceiras, Luiz Aires Cavalcante (PSB), também acompanhou os dois parlamentares paraibanos na reunião. Ao final do encontro, Raimundo Lira e Rômulo Gouveia receberam a garantia de que a instituição vai estudar o caso com atenção e que, de imediato, o Ponto de Atendimento de Cabaceiras não será fechado no próximo dia 25 de janeiro, como a instituição havia anunciado anteriormente.



Eles também receberam a garantia de que o assunto seria tratado em uma reunião do Conselho do Banco do Brasil, realizada logo após o enceramento do encontro com os dois parlamentares, oportunidade em que o conselho iria discutir a proposta de elastecimento do prazo de fechamento das agências em mais 90 dias, para que seja realizado um estudo de viabilidade, o que poderá culminar na decisão de não mais desativar os pontos de atendimento.



Ao final do encontro, os dois parlamentares receberam a garantia de que, em um prazo de 3 dais, receberiam uma posição do banco em relação às solicitações. Eles saíram satisfeitos com a receptividade que a direção do Banco do Brasil teve com o pedido e confirmaram que irão estar permanentemente atentos, acompanhando as decisões futuras, para garantir que as agências não sejam fechadas.



Assessoria de Imprensa

Gabinete do Senador Raimundo Lira – PMDB/PB

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias