Acidentes causam 147 mortes em rodovias federais nesse fim de ano


Os acidentes em rodovias federais resultaram na morte de 147 pessoas durante as festas de fim de ano. Balanço preliminar divulgado hoje (4) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou, entre os dias 28 de dezembro de 2015 e 3 de janeiro deste ano, 2.073 pessoas feridas em 1.248 acidentes com vítimas. Deste total, 267 foram classificados como acidentes graves, que são aqueles que resultam em pelo menos um ferido grave ou óbito.

A exemplo do que ocorre todos anos, a principal causa desses acidentes foi a imprudência dos motoristas, informou a PRF. Segundo o órgão, um terço das mortes nas rodovias federais são consequência de colisões frontais que, na maioria das vezes, foram causadas por excesso de velocidade ou ultrapassagens indevidas. A embriaguez dos motoristas também tem contribuído historicamente para o alto número de acidentes causados por imprudência nas rodovias.

Na virada de ano de 2014 para 2015, foram registrados 1.166 acidentes com vítimas, 415 acidentes graves, 1.975 feridos e 128 mortos. De acordo o balanço, embora os registros preliminares indiquem diminuição de acidentes graves, número quase 36% inferior aos da semana do Ano Novo de 2014/2015, houve o aumento de mortos e feridos resultantes dos acidentes. Nas rodovias federais de todo o país, foram registradas 14,8% mais mortes do que em 2014/2015, informou a PRF.

O balanço da PRF registrou alguns acidentes que resultaram em múltiplos óbitos, com destaque para o Rio Grande do Sul – onde uma colisão frontal entre dois veículos na BR-116 resultou em quatro óbitos e em uma criança gravemente ferida – e para o Ceará, no sábado (2), onde uma colisão frontal, também na BR-116, resultou na morte de sete pessoas.

O acidente no Ceará envolveu uma van e um sedan no município de Jaguaribara, a 227 quilômetros de Fortaleza. Os veículos colidiram de frente, matando cinco pessoas de uma mesma família, que viajavam em um Fiat Linea com placa do Paraná. A família havia passado o réveillon em Fortaleza e seguia para Foz do Iguaçu, onde moravam. Na van, que havia saído da Paraíba, duas mulheres morreram e 11 pessoas ficaram feridas.

A Polícia Rodoviária Federal e a Perícia Forense do Ceará estão levantando as causas do acidente, mas evidências preliminares apontadas pela PRF indicam uma possível tentativa de ultrapassagem ou a uma mudança repentina de faixa. O trecho da BR onde houve o acidente possui pista simples e, no ponto da colisão, a pintura do asfalto tem dupla faixa contínua, o que indica que os condutores que trafegam nos dois sentidos não devem ultrapassar.

EBC

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias