Popular que teve seu corpo queimado por ácido muriático jogado pela sua companheira, é transferido em estado gravíssimo para Campina Grande






Foi transferido em estado gravíssimo para a cidade de Campina Grande, o popular José Lima de Oliveira de 34 anos, que teve seu corpo e face queimados com ácido muirático, fato registrado na manhã desta sexta-feira (18), no sítio Tambor zona rural de Cachoeira dos Índios no sertão da Paraíba, depois que sua esposa enciumada por não ter sida convidada para uma festa de concluinte, jogou o produto possivelmente misturado com água fervente contra o corpo de seu esposo.

Informações do Sargento Wildembergue que estava à frente desta ocorrência o Copom do 6º BPM, acionou sua guarnição, dando conta que na referida comunidade uma mulher teria jogado ácido muriático em seu esposo.




De imediato a guarnição se deslocou até a local onde constataram o fato, e diante das informações conseguiram prender a mulher em flagrante onde a mesma já tinha se evadido do local.

José Lima, foi socorrido por terceiros para o HRC, onde ele não enxergava e tinha face abdômen e costas com ferimentos gravíssimos provocado pelo produto.

A acusada identificada como sendo Jerusa da Silva de Oliveira de 33 anos, confessou o crime, sendo esta encaminhada para delegacia de Cajazeiras, sendo ouvida pelo delegado plantonista e após os procedimentos ela foi encaminhada para a cadeia feminina onde ficará a disposição da justiça.

O caso revoltou a família, pois José é considerado um bom esposo, ele estava casado há um ano com Jerusa, tem três filhos do primeiro casamento e tinha um filho com a acusada que também foi queimado com ácido muriático, mas a criança passa bem além de cuidar dos outros filhos de sua companheira também de outro relacionamento.

F: ANGELO LIMA

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias