OFICIAL: Maternidade da cidade de Cajazeiras registra primeiro caso de microcefalia; Cabeça do recém-nascido mede apenas 29 cm. VÍDEO!

O coordenador do Núcleo de Hospitalar de Epidemiologia da maternidade, Yarlison Freitas, garantiu que esse é mesmo o 1º caso.

Foi divulgado oficialmente, nessa quinta-feira (17), o primeiro caso de microcefalia registrado na Maternidade Dr. Deodato Cartaxo, localizada no Hospital Regional de Cajazeiras (HRC). Segundo informações colhidas na própria maternidade, o bebê, do sexo masculino, é do município de Ipaumirim, no Ceará. A família reside na zona rural do município.
O caso foi registrado nessa terça-feira (15), mas somente nessa quinta-feira (18) foi divulgado, após saírem os resultados que confirmaram a doença. O bebê retornou à cidade de Ipaumirim e de lá será transferido para Fortaleza para realizar exames mais detalhados que podem esclarecer se a microcefalia tem relação com o zika zírus.
Epidemiologia
O coordenador do Núcleo de Hospitalar de Epidemiologia da maternidade, Yarlison Freitas, garantiu que esse é mesmo o primeiro caso registrado em Cajazeiras e que a maternidade está seguindo todas as orientações técnicas e clínicas do Ministério da Saúde para diagnosticar possíveis casos de microcefalia.
Segundo Yarlison Freitas, os recém-nascidos estão passando por um procedimento de análise do perfil traçado pelo Ministério da Saúde, além da relação com zika vírus. “Foi constato o perímetro cefálico bem menor que o normal”.
O coordenador do Núcleo de Hospitalar de Epidemiologia destacou que as causas que levou o bebê a nascer com a má formação ainda são desconhecidas e serão investigadas, além de informar a Secretária de Saúde de Ipaumirim para adotar as medidas para o encaminhamento da criança a Fortaleza.
Maternidade
A coordenadora da Neonatologia da Maternidade, a médica pediatra Emanuelly Cariri assegurou que o caso é de verdadeira microcefalia e explicou que a má formação não é definida apenas pela cabeça do bebê menor que 32 cm, pois se a criança for pequena ela é normal.
A pediatra informou que o parto ocorrido na noite dessa terça-feira, o perímetro cefálico da criança é de apenas 29 cm. “É por isso que dissemos que é microcefalia verdadeira”, enfatizou a médica informando também que o peso do menino é acima de três quilos.
“A microcefalia não é uma doença nova, não é raro, o raro é essa relação com o zika vírus porque essa má formação cefálica é causada por outros vírus e DST´s”. Disse a médica
A gerente da Maternidade, Socorro Guedes afirmou que a unidade de saúde de Cajazeiras está preparada para receber todas as demandas, e desabafou: “Ainda não sabemos nada sobre o zika vírus, ainda estamos num quarto escuro”.

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias