Abertura de impeachment de prefeita de Desterro tem briga e quebra-quebra na Câmara.

Uma sessão da Câmara Municipal de Desterro, no Sertão da Paraíba, a 368 km de João Pessoa, que teve na pauta a abertura de um processo de impeachment contra a prefeita Rosângela de Fátima Leite (PSB), teve briga entre pessoas que estavam no local e um intenso quebra-quebra, que terminou com vários danos ao patrimônio do estabelecimento no início dos trabalhos legislativos, na tarde desta segunda-feira (21). Não houve feridos e os prejuízos não foram contabilizados.

Com a confusão, o presidente da Câmara, Ermano Ferreira, solicitou a presença da Polícia Militar no local. Os agentes se deslocaram do município vizinho de Teixeira. Enquanto isso, conforme o capitão Lima Filho, que coordenou a operação, todos os suspeitos de envolvimento no fato fugiram. Ninguém foi detido.

“Quando chegamos lá, com duas viaturas e pelo menos oito homens, já tinham quebrado várias cadeiras, bancadas dos vereadores, o sistema de som e uma placa em homenagem a um ex-prefeito”, contou o capitão. Ele acrescentou que os vereadores pediram que a PM ficasse no local até o fim da sessão, que seguiu normalmente na sala da presidência e teve como resultado a aprovação da constituição de uma comissão para analisar o processo de impeachment da prefeita.

Ela é acusada de Crime de Desobediência da Ordem Legal (descumprimento judicial) e Crime de Responsabilidade. A abertura do processo de impeachment dela foi determinada pela Justiça através da comarca de Teixeira.

Uma testemunha que não quis se identificar revelou que as pessoas envolvidas no quebra-quebra são ligadas à prefeita e a um irmão dela, que é vereador e havia sido afastado dos trabalhos relacionados ao processo de impedimento da gestora em virtude de natural suspeição por ele ser parente.

A redação do Portal Correio tentou entrar em contato com a prefeita Rosângela de Fátima Leite, mas as ligações não foram atendidas.

Na noite desta segunda, o presidente da Câmara e três vereadores se dirigiram à Delegacia de Polícia Civil de Patos, que fica responsável pelas ocorrências da região, para prestar queixa sobre o fato. Eles levaram consigo uma filmagem que foi feita no momento da confusão, o que pode ser decisivo na identificação dos envolvidos.

Fonte/Portal Correio
Imagens/Thadeu Filmagens/Montagem - Portal Correio

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias