Empresário de Cajazeiras revela que passou dias difíceis na cadeia, compara advogado a criminosos e dispara: “Está sujando a OAB”

Ele explicou que a prisão ocorreu por força de mandado de prisão após descumprir ordem judicial que havia recebido.


Empresário de Cajazeiras contou que foi preso e levado ao presídio padrão
O empresário cajazeirense, Raimundo Dantas, mais conhecido por Raimundo da Farmácia revelou nesta quarta-feira (11), que foi preso quando estava trabalhando no seu estabelecimento no mês de outubro.  
Ele explicou que a prisão ocorreu por força de mandado de prisão após descumprir ordem judicial que havia recebido.
Veja mais!
O empresário contou que ficou preso três dias no presídio Padrão de Cajazeiras por falta de informações. “Fiquei preso com 22 pessoas numa cela”.
Raimundo da Farmácia revelou que mostrou a ordem judicial a um (a) advogado (a), não quis citar o profissional, e o (a) profissional exigiu no ato mil reais para defendê-lo. Já no dia seguinte pediu mais mil e quinhentos e acusou o (a) advogado (a) cajazeirense de não informá-lo e deixá-lo ir parar na prisão.
“Estou com o documento em mão. O (a) advogado (a) comeu o dinheiro e não me defendeu, então, não faz nenhuma diferença de nenhum preso que matou ou roubou e estava preso comigo”. Desabafou ele.
Segundo o empresário, a decisão judicial estabelecia o pagamento de uma quantia em dinheiro, que foi entregue ao profissional do Direito, porém, este não realizou a referida quitação do débito.
“Pegou meu dinheiro e botou no bolso. Fui para cadeia inocente e quero que Cajazeiras saiba que tem um advogado sujando o nome da OAB”. Denunciou o empresário.
Ouça áudio da Rádio Arapuan FM!


Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias