Com oito crianças, mulher diz chorando que será despejada porque perdeu Bolsa Família

“Choro porque meu filho pediu um pão hoje para comer e eu não tinha como dá”. Disse a mulher aos prantos em Cajazeiras

Maria Aparecida Santos da Silva, moradora do Bairro Fausto Rolim, Zona Sul de Cajazeiras, denunciou nesta terça-feira (24), que está há três meses sem receber seu benefício do Bolsa Família. Ela não tem marido e mora com cinco filhos e três netos.
Veja também:
A beneficiária contou que seu cartão foi bloqueado a primeira vez, mas conseguiu resolver, porém, desta vez não obteve êxito.
De acordo com a mulher, a explicação que recebeu é que sua renda familiar estaria em R$ 800, portanto, fora dos critérios do programa. 
 
“Se minha renda fosse essa eu não estava com meus filhos passando precisão, nem morando num quarto caindo os pedaços lá no Bairro São Francisco”, confidenciou a mulher emocionada. 
Segundo Maria Aparecida, já procurou o Bolsa Família para tentar solucionar o caso, mas não foi atendida. Com a voz embargada ela contou que está sendo ameaçada de despejo, pois é com o benefício que paga o aluguel do quarto.
“Choro porque meu filho pediu um pão hoje para comer e eu não tinha como dá”. Disse ela aos prantos.
O outro lado
O gestor do programa social, Walter Nunes confirmou que Maria Aparecida não está recebendo mais o benefício, mas declarou que a mulher está com "inverdades".

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias