Com mais 300 mortes, cidade do Sertão é a mais perigosa; Sousa padece com assaltos

A cidade de Patos, Sertão do estado, é a 5º mais perigosa da Paraíba e está entre as 50 mais violentas do Brasil

Média de um assalto por dia, a população de Sousa vive apavorada. Foi o que revelou o mapa da violência nesta segunda-feira (23). Assalto a farmácia durante o dia. Os acusados levaram dinheiro e assaltaram também os clientes. No mercadinho, os acusaram se passaram por clientes, mas ao chegarem no caixa, anunciaram o assalto, levaram todo dinheiro e mais os produtos que estavam na cesta.
Veja mais:
Em outro mercadinho, os assaltantes levaram litros de Whisy, celulares e dinheiro. Esse mesmo mercadinho já foi assaltado três vezes e reduziu o horário de funcionamento para com medo de novos assaltos.
Outro mercadinho, casa lotérica, um supermercado, uma loja de conveniência e até uma residência foram assaltadas. Uma comerciante reclamou falta de segurança na cidade: “Está muito difícil trabalhar aqui. Um trauma sem fim”.
A Analista de Sistema, Sonally Gonçalves declarou que a população está “refém de bandidos”. Já o funcionário público Francimar Inácio disse que vive um verdadeiro terror.
Outra
Já a cidade de Patos é a mais violenta do Sertão do estado é a 5º mais perigosa da Paraíba, além de está entre as 50 mais violentas do Brasil. Nos últimos cinco anos, Aptos já registrou 333 homicídios. Somente este ano, a morada do sol já registrou 51 assassinatos. Destes, apenas seis não tiveram solução pela polícia.
A taxa de elucidação de crimes de Patos atinge 87,5%. Para o delegado Neto Gaudêncio a resposta da polícia é rápida, mas a questão da prevenção a esse tipo de crime ainda é falha. “Falta efetivo. Não tem como está em todos os lugares”.
Já o funcionário público, Neto Siqueira apontou a falta de educação como causa da crescente violência nas cidades.

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias