Sindicato chama a atenção da população de Cajazeiras para os reais motivos da crise financeira anunciada pela Prefeitura

Sindicato chama a atenção da população de Cajazeiras para os reais motivos da crise financeira anunciada pela Prefeitura
O Sindicato dos Funcionários Municipais de Cajazeiras voltou a questionar o discurso da gestão municipal cajazeirense, que fala em diminuição de receitas quando, segundo o órgão, os valores depositados pelo governo federal demonstram uma ascensão, quando comparados com o mesmo período do ano passado.
No quadro divulgado pelo SINFUMC são incluídas os recursos do FPM, FUNDEB e Fundo Municipal de Saúde, no período compreendido ente janeiro a junho dos anos em comparação.
O sindicato conclama os servidores a pensarem criticamente sobre o tema, ao demonstrar que a prefeitura de Cajazeiras recebeu nas três rubricas, nos nove meses de 2014 – R$ 26.731.485,19, já em 2015, o montante depositado até então, evoluiu para R$28.819.039,76, isto é, houve cronologicamente, um crescimento superior na ordem de R$ 2.087.554.57.
Além dos valores numéricos, o SINFUMC chama a atenção dos servidores efetivos para a verdadeira origem da crise, bem como para a comparação do discurso da gestão para a prática, elencando os gastos com servidores comissionados e contratados no período, conforme abaixo descrito, de acordo com a nota
a)     – Vejam senhores/as a disposição da administração local, com relação a ordenar despesas com os cargos comissionados e contratados em apenas sete meses do ano 2015.
b)    – Janeiro, o número de comissionado e contratado totalizou 322 servidores, para uma folha de R$ 508.237,74.
c)     – Fevereiro, comissionados e contratados juntos totalizaram 506 servidores, com uma folha de R$ 681.653,30.
d)    – Março, contratado e comissionado 598servidores, e uma folha de R$ 820.745,50.
e)     – Abril, comissionados e contratados atingiu o número de 621 servidores, que implicou numa folha de pagamento de R$ 872.449,43.
f)   – Maio, os contratados e os comissionados totalizaram 645 servidores, a folha custou aos cofres da prefeitura de Cajazeiras, R$ 881.641,91.
g)     – Junho, comissionado e contratado atingiu o número de 647 servidores, com uma folha de pagamento na ordem de R$ 856.637,51.
h)    – Julho, contratado e comissionado totalizou 638servidores, com a folha custando aos cofres da prefeitura R$ 851.459,92.

F: Adjamilton Pereira

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias