Jovem é queimado e jogado por bandidos em frente à base do Samu na Paraíba

Homem em uma moto teria parado em frente ao Samu e jogado o jovem da garupa do veículo, fugindo em seguida. Alertados por populares, enfermeiros e um médico do Samu prestaram os primeiros atendimentos
Polícia | Em 22/10/15 às 16h01, atualizado em 22/10/15 às 16h06 | Por Halan Azevedo
Reprodução/Diário do Sertão
Jovem recebeu atendimento do Samu
Um adolescente com cerca de 16 anos foi jogado por bandidos em frente a Central do Samu do município de Sousa, no Sertão paraibano, a 433 km de João Pessoa, na noite dessa quarta-feira (21). O rapaz tinha 60% do corpo queimado, além de outros ferimentos, e não lembrava quem teria ateado fogo no corpo dele. 

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo testemunhas, um homem em uma moto teria parado em frente ao Samu e jogado o jovem da garupa do veículo, fugindo em seguida. Alertados por populares, enfermeiros e um médico do Samu prestaram os primeiros atendimentos ao jovem.

“Nós estávamos dentro da Central quando o pessoal começou a gritar que uma pessoa tinha sido jogada, com o corpo todo queimado, em frente ao prédio. Fomos verificar e constatamos o caso. O médico plantonista foi acionado e, junto com os enfermeiros, prestou os primeiros atendimentos ainda no meio da rua. O jovem estava consciente, mas desorientado, sem saber o que tinha acontecido e não lembrava quem poderia ter ateado fogo em seu fogo”, contou Charley Garrido, que trabalha como rádio operador do Samu em Sousa.

Após os primeiros atendimentos, o jovem foi levado para uma ambulância do Samu. Antes de ser encaminhado ao hospital, o Samu acionou a Polícia Militar para realizar a escolta da vítima.

“Não sabíamos do que se tratava. Poderia ser uma tentativa de homicídio, então chamamos a PM para poder escoltar a ambulância até o Hospital Regional de Sousa, onde o jovem foi internado”, disse Charley.

Segundo a Polícia Civil em Sousa, agentes foram até o hospital para verificar a situação da vítima. Lá, em contato com familiares, os agentes foram informados que o rapaz estava entubado e poderia ser transferido para o Hospital de Emergência e Trauma em Campina Grande.

Ainda segundo os agentes da Polícia Civil, a família não tinha informações sobre quem poderia ter ateado fogo no corpo do jovem e quais seriam as motivações.
fonte portal correio

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias