Após sete assaltos, comerciante desabafa e revela que vai fechar empresa para trabalhar na roça: "Não vou trabalhar para bandido"

O comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar, Major Rômulo Araújo, revelou que a polícia está investigando os roubos. Vídeo

Moradores da cidade de Sousa, Sertão da Paraíba, estão assustados com a onda de assaltos nos últimos meses. Os bandidos estão agindo com frequência e em alguns casos chegam até a agredir e ameaçar as vítimas.

Sem saber o que fazer, muitos comerciantes têm tomado medidas drásticas. Várias lojas e mercadinhos não abrem mais as portas do estabelecimento. Para se proteger, os donos dos comércios ficam atrás das grades de proteção.

Sete assaltos
Em entrevista à reportagem do Portal e TV Online Diário do Sertão, o comerciante João Bosco Lunguinho, revelou que seu mercadinho que fica localizado no Bairro Jardim Santana em Sousa, já foi assaltado sete vezes pelos criminosos e pretende fechar o estabelecimento.

“Pelo jeito acho que vou fechar, estamos sem segurança e eu não vou ficar trabalhando para os bandidos. Os clientes ficam até temerosos em vir comprar.

O comerciante disse ainda que se realmente fechar o estabelecimento comercial vai trabalhar de agricultor na roça.

Polícia
Em entrevista à reportagem do portal e TV Online Diário do Sertão, o Major Rômulo Araújo, comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, revelou “Sabemos que nosso efetivo é reduzido, estamos trabalhando em nosso limite e as prisões estão acontecendo. Existem outros suspeitos que estão sendo investigados e em breve eles serão presos. É triste saber que um comerciante foi assaltado sete vezes, mas nós não podemos estar em todos os locais ao mesmo tempo”, salientou o major.

Assista à entrevista da TVDS com o Major Rômulo Araújo!

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias