Advogados derrubam decisão e ex-prefeito de Sousa fica apto a concorrer as eleições

O ex-prefeito estava impedido de votar em virtude de uma ação de improbidade administrativa do TJPB do ano de 1998, que relata a contratação de professores

O ex-prefeito de Sousa, João Estrela, agora pode votar e ser votado. De acordo com informações do ex-gestor, a equipe jurídica formada pelos advogados Johnson Gonçalves de Abrantes, Edward Johnson e Bruno Lopes de Araújo obteve uma liminar em ação rescisória no TJ-PB (Tribunal de Justiça da Paraíba), suspendendo os efeitos da sentença que determinou o cancelamento da inscrição eleitoral de João Estrela. 
Conforme informações que constam no processo, o ex-prefeito estava impedido de votar em virtude de uma ação de improbidade administrativa do TJ-PB do ano de 1998, que relata a contratação de 109 professores da rede municipal de ensino sem concurso público. "Sinto-me feliz até que é uma situação que me parecia injusta, uma suspensão de direitos eleitorais por conta de uma contratação de docentes do ano de 1998, quando ainda hoje todos os gestores contratam sem concurso não só professores", argumentou.



Ainda de acordo com Estrela, quando foi realizada a contratação dos servidores havia uma lei municipal que autorizava e tudo foi feito de forma provisória.  "Graças a Deus conseguimos essa grande vitória a nível judicial através do TJPB, que nos concedeu essa liminar. Portanto estamos aptos não só a votar, como também a ser votado”, disse.     

Compartilhe esta noticia:

Postar um comentário

 
Copyright © UIRAÚNA EM FOCO. Designed by Rafael Matias